Bolsonaro segura socorro aos estados para aprovar benefício a policiais

O presidente Jair Bolsonaro aguarda o Congresso votar a medida provisória de reestruturação das carreiras da Polícia Federal para sancionar o projeto de lei de socorro aos estados. O que só deve acontecer na próxima semana.

A medida provisória foi aprovada na noite de quinta-feira (21) pela Câmara dos Deputados. O líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), disse ao Congresso em Foco, que os senadores devem analisar o texto na terça-feira (26).

As principais informações deste texto foram enviadas antes para os assinantes dos serviços premium do Congresso em Foco. Cadastre-se e faça um test drive.

Bolsonaro também disse em reunião com governadores que vai editar um decreto para convocar concursados da Polícia Rodoviária Federal antes de sancionar o projeto.

>Bolsonaro determina aumento na remuneração de altos cargos da PF

O projeto dá para as unidades da federação um pacote de R$ 60 bilhões pago em parcelas por quatro meses. Em troca, as autoridades locais terão de congelar os salários no serviço público por um ano e meio.

A MP que muda a carreira da PF aumenta o salário dos policiais do alto escalão e cria mais cargos para para a polícia. Como o projeto de lei do auxílio para estados e municípios proíbe reajustes, o presidente quer esperar o Poder Legislativo transformar a MP em lei permanente para não correr o risco dos efeitos dela serem questionados.

> Senado aprova projeto de ajuda a estados e municípios e texto vai à sanção

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!