TRE-RJ aprova inelegibilidade de Marcelo Crivella

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) decidiu, por unanimidade, tornar inelegível o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Repubicanos). O colegiado considerou que o prefeito cometeu crime de abuso de poder político porque, em 2018, usou funcionários da empresa de coleta urbana da cidade, a Comlurb, para promover a candidatura de seu filho a deputado federal.

A corte eleitoral retomou o julgamento, iniciado na terça-feira (22), e havia interrompido para vistas pedidas do desembargador Vitor Marcelo Rodrigues, recém-empossado pelo presidente Jair Bolsonaro. Hoje, o desembargador retornou ao caso e acompanhou a maioria, já formada na terça-feira.

Com a decisão do TRE, Marcelo Crivella fica por enquanto inelegível por oito anos, já nas eleições de novembro. O prefeito deverá ingressar com ações em instâncias superiores da Justiça para garantir o seu direito à reeleição.

> MP do Rio de Janeiro investiga interferência de Crivella em resultado do Carnaval
> Crivella é alvo de operação do Ministério Público do Rio

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!