Crivella é alvo de operação do Ministério Público do Rio

A prefeitura do Rio de Janeiro é alvo de operação, que apura esquema de corrupção envolvendo o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) e membros do primeiro escalão de sua gestão. Nesta manhã de quinta-feira (10), 22 mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em endereços residenciais e funcionais na capital.

>Aprovado pelo Senado, cadastro nacional de estupradores vai à sanção

Os agentes da Polícia Civil e do Ministério Público do Rio (MPRJ) realizaram buscas na casa do prefeito Crivella, na zona oeste da capital fluminense, na sede da prefeitura, no centro da cidade, e no Palácio da Cidade, local onde Crivella realiza os despachos.

A operação é consequência de um inquérito policial que investiga uma "possível organização criminosa e esquema de corrupção no âmbito da administração municipal carioca", explica o MPRJ por meio de nota. A ação é um desdobramento da Operação Hades realizada em março deste ano.

Agentes públicos municipais e empresários também são alvos da ação, que cumpre mandados também nos bairros da Barra da Tijuca, Tijuca, Jacarepaguá, Itaipava e Nilópolis.

>Megaoperação aponta desvio de R$ 125 milhões na saúde no DF

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!