Caetano Veloso interpela deputado bolsonarista no STF após acusação

O cantor e compositor Caetano Veloso interpelou no Supremo Tribunal Federal (STF) o deputado bolsonarista Bibo Nunes (PSL-RS), cobrando que ele explique a acusação que fez contra ele e outros artistas de apoiar os governos Lula e Dilma em troca de dinheiro.

A defesa de Caetano alega que as declarações do deputado não podem ser protegidas pela imunidade parlamentar porque são falsas e não estão relacionadas à atividade do mandato. Além disso, segundo o advogado do cantor, Bibo atribuiu ao artista “condutas potencialmente ofensivas à sua reputação, sendo bem possível que as palavras do interpelado configurem crimes contra a honra do interpelante, sobretudo porque fogem ao debate político”.

Em entrevista à GloboNews, no último sábado (20), Bibo disse que artistas consagrados, como Caetano e Chico Buarque, recebiam dinheiro dos governos Lula e Dilma Rousseff em troca de apoio eleitoral. Chico também já anunciou que pretende processar o parlamentar gaúcho.

“Antigamente, só se incentivava a cultura com os seus apaniguados. Se dava dinheiro para o Chico Buarque da vida, Caetano Veloso, músicos já consagrados, artistas consagrados, para apoiarem o governo”, disse o deputado. “Eles só davam dinheiro, muito dinheiro, para ter apoio na época de eleição”, frisou.

Bibo dividia espaço no programa GloboNews Debate com o ex-senador Cristovam Buarque (Cidadania) e o ex-candidato a presidente pelo Psol Guilherme Boulos.

“A rigor, não há necessidade de ampliação histriônica do que foi dito pelo interpelado para se depreender que pode ter havido a imputação de fato determinado e ofensivo à honra: o recebimento de incentivos estatais de fomento à cultura em troca de seu apoio político em eleições”, diz a defesa de Caetano.

O Congresso em Foco procurou Bibo Nunes para comentar a interpelação do compositor, mas ainda não houve retorno. No Twitter, o deputado disse que Caetano e Chico Buarque reagiam “porque a verdade dói”. O caso foi distribuído à ministra Rosa Weber.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!