Celso de Mello autoriza depoimentos de ministros Heleno, Braga Netto e Ramos

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello atendeu a pedido apresentado pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, e autorizou os depoimentos dos ministros do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, da Casa Civil, Walter Braga Netto e da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos. Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, Celso de Mello deu 20 dias para o cumprimento das diligências.

Deputados querem impor ao governo o adiamento do Enem 2020

A decisão foi tomada no inquérito que apura as acusações do ex-ministro Sérgio Moro de que o presidente Jair Bolsonaro teria tentado interferir no comando da Polícia Federal. Moro depôs por mais de horas em Curitiba no último sábado (2), ocasião em que detalhou as alegações contra o presidente.

Veja aqui a íntegra da decisão.

Também foi autorizada a entrega de gravação de reunião em que os ministros testemunharam ameaça de Bolsonaro contra Moro. Segundo Moro, em reunião do conselho de ministros em 22 de abril, o presidente teria cobrado a substituição do superintendente no RJ, do diretor-geral da Polícia Federal e de relatórios de inteligência e informação da PF.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!