Senado convoca Wajngarten para esclarecer relação com emissoras de TV

A Comissão de Transparência do Senado aprovou nesta terça (03) requerimento de convocação do secretário de comunicação social da Presidência da República, Fábio Wajngarten, para esclarecer o recebimento de dinheiro de emissoras de TV e agências de publicidade contratadas pelo governo federal, por meio da empresa FW Comunicação e Marketing, da qual é sócio.

> Contrato da empresa de Wajngarten com Universal cresceu após cargo na Secom

Por se tratar de convocação, o secretário é obrigado a comparecer. Se faltar e não apresentar justificativa que a comissão considere adequada, poderá responder por crime de responsabilidade.

O requerimento de convocação foi de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Segundo Ranfolfe, a conduta do secretário se enquadra como improbidade administrativa por atentar contra princípios da administração pública, sobretudo o da moralidade. Além disso, o senador considera ser necessário avaliar se a atuação do chefe da Secom atentou contra a lei de conflito de interesses (Lei 12.813/2013) Ainda não há data para que o secretário seja ouvido.

Ministros convidados

Na mesma reunião, os senadores também aprovaram convites aos ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, para discutir assuntos referentes ao coronavírus.

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, também recebeu convite para prestar esclarecimentos sobre a fila para ingresso no Bolsa Família, a diminuição do número de famílias beneficiadas em 2019 e a redução da previsão orçamentária para 2020.

> Governo sofre derrota de R$ 7 bilhões com 13º para Bolsa Família e BPC

(Com informações da Agência Brasil)

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!