Quase metade dos cariocas reprova atuação de Bolsonaro na crise de covid-19

O Rio de Janeiro, cidade onde o presidente Jair Bolsonaro começou sua trajetória política, ainda como vereador em 1989, reprova a forma com que ele tem conduzido a crise do coronavírus. Pesquisa do Instituto GPP feita entre 21 e 23 de março aponta que 44,7% dos cariocas consideram ruim ou péssima a atuação de Bolsonaro no enfrentamento ao covid-19. Para 24,6%, seu desempenho é ótimo ou bom. Outros 25% classificaram sua performance como regular. Já 5,5% não souberam responder.

> De carro de som, mulher convoca população a voltar às ruas no DF; assista

A maior rejeição à atuação de Bolsonaro na crise vem dos moradores da região litorânea (57,4%), dos jovens entre 16 e 24 anos (64,4%), das pessoas com nível superior (55,1%), de quem tem renda de cinco salários mínimos para cima (50,5%) daqueles que estão desempregados ou fazem “bicos” (54%).

Entre os entrevistados com maior grau de escolaridade, 23,8% aprovam a postura do presidente. Para 18,9% desse grupo, a gestão diante da crise é regular. O GPP ouviu 800 pessoas por telefone. A margem máxima de erro é de 9,7 pontos percentuais para cima ou para baixo. O índice de confiança da pesquisa é de 95%.

Veja a íntegra da pesquisa

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!