Onyx não conseguiria fazer sozinho articulação do Planalto com o Congresso, diz Bolsonaro

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) disse nesta terça-feira (27) que o futuro ministro da Casa Civil Onyx Lorenzoni não daria conta de cuidar sozinho da articulação do Planalto com Congresso. A explicação foi dada em entrevista ao site Poder360 após o anúncio do general Carlos Alberto dos Santos para a Secretaria de Governo, posto ocupado por Carlos Marun no atual governo.

A nomeação do general, amigo de Bolsonaro há cerca de 40 anos, criou a impressão de que o a Casa Civil de Onyx ficaria “esvaziada”, com menos poder de decisão. Segundo Bolsonaro, não há condições de concentrar todo o contato do Executivo com o Legislativo em Onyx. Cita que o futuro ministro teria que receber dezenas de congressistas por dia.

De acordo com o presidente eleito a Casa Civil está sobrecarregada e Onyx “reagiu numa boa” à decisão de dividir as funções.

“O contato com o parlamento será do Onyx, mas todo mundo do governo vai conversar com deputados. Até ele [Santos Cruz] e eu. Todo mundo vai conversar. Ninguém vai avançar em cima da atribuição do outro, mas todo mundo vai remar junto”, disse ao site Poder360.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!