Bolsonaro dá vice-liderança do governo a senador do Centrão

O presidente Jair Bolsonaro escolheu o senador Jorginho Mello (PL-SC) para ocupar uma das vagas de vice-líder do governo no Congresso. A informação foi confirmada pelo Congresso em Foco com o próprio congressista.

Outro escolhido para ser vice-líder do governo no Congresso foi o deputado Eros Biondini (Pros-MG), que antes ocupava o mesmo posto na Câmara.

O senador, que também é líder do PL (ex-PR), vai auxiliar o líder Eduardo Gomes (MDB-TO) na tarefa de representar o Planalto no Congresso.

O PL faz parte do Centrão, bloco de partidos de centro e direita aliado do governo. A legenda tem defendido matérias de interesse do Planalto no Congresso e, em troca, recebeu cargos como diretorias do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão bilionário do Ministério da Educação, e a Secretária de Vigilância Sanitária, responsável, entre outras funções, pelo combate à pandemia do coronavírus.

O PL tem como principal líder o ex-deputado Valdemar Costa Neto, que cumpriu pena após ter sido condenado por participação no mensalão.

Apesar da definição do auxiliar de Eduardo Gomes, a equipe do líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), ainda está desfalcada, pois falta definir o substituto de Chico Rodrigues (DEM-RR), que saiu da vice-liderança do governo no Senado após ser flagrado escondendo dinheiro nas nádegas durante operação da Polícia Federal.

> Acesse de graça por 30 dias o melhor conteúdo jornalístico premium do país

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!