Veja as penas dos réus do mensalão

Somadas, as punições concedidas pelo STF aos 25 condenados na Ação Penal 470 passam de 250 anos e R$ 20 milhões em multas

Após quatro meses e 15 dias, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) conseguiram encerrar o julgamento da maior ação penal da história da corte. O processo do mensalão resultou na condenação de 25 dos 38 réus denunciados. Dos considerados culpados, dez devem cumprir pena em regime fechado. Entre eles, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, considerado chefe do núcleo político, e o empresário Marcos Valério Fernandes, classificado pelo STF como o principal operador do esquema. Outros 13 têm penas no regime semiaberto, inicialmente cumprida em colônia penal agrícola, industrial ou similar. Dois tiveram as penas convertidas para medidas de restrição de direitos.

Defesas na espera pelo acórdão do mensalão

Veja as punições dadas a cada um dos condenados. Somadas, elas passam de 250 anos de cadeia e R$ 22 milhões em multas:

Núcleo político:
José Dirceu: 10 anos e 10 meses em regime fechado. Multa de R$ 676 mil. Crimes: corrupção ativa e formação de quadrilha
José Genoino: 6 anos e 11 meses em regime fechado. Multa de R$ 390 mil. Crimes: corrupção passiva, lavagem de dinheiro e peculato.
Delúbio Soares: 8 anos e 11 meses em regime fechado. Multa de R$ 325 mil. Crimes: corrupção ativa e formação de quadrilha

Núcleo operacional:
Marcos Valério: 40 anos, um mês e seis dias de prisão em regime fechado. Multa de R$ 2,7 milhões. Crimes: corrupção ativa, peculato, lavagem de dinheiro, evasão de divisas, formação de quadrilha
Ramon Hollerbach: 29 anos, sete meses e 20 dias. Multa de R$ 2,7 milhões. Crimes: corrupção ativa, evasão de divisas, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e peculato
Cristiano Paz: 25 anos, 11 meses e 20 dias. Multa de R$ 2,5 milhões. Crimes: corrupção ativa, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e peculato
Simone Vasconcelos: 12 anos, sete meses e 20 dias em regime fechado. Multa de R$ 374,4 mil. Crimes: corrupção ativa, evasão de divisas, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro
Rogério Tolentino: 6 anos e dois meses em regime semiaberto. Multa de R$ 494 mil. Crimes: corrupção passiva, lavagem de dinheiro

Núcleo financeiro:
Kátia Rabello: 16 anos e 8 meses de prisão. Multa de R$ 1,8 milhão. Crimes: evasão de divisas, formação de quadrilha, gestão fraudulenta, lavagem de dinheiro
José Roberto Salgado: 16 anos e oito meses em regime fechado. Multa de R$ 1 milhão. Crimes: evasão de divisas, formação de quadrilha, gestão fraudulenta, lavagem de dinheiro
Vinícius Samarane: 8 anos e 9 meses em regime fechado. Multa de R$ 508 mil. Crimes: gestão fraudulenta, lavagem de dinheiro

Outros condenados:
Valdemar Costa Neto: 7 anos e 10 meses em regime semiaberto. Multa de R$ 1,08 milhão. Crimes: corrupção passiva e lavagem de dinheiro
João Cláudio Genu: 7 anos e três meses em regime semiaberto. Crimes: corrupção passiva, lavagem de dinheiro
Pedro Corrêa: 7 anos e dois meses em regime semiaberto. Multa de R$ 1,3 milhão. Crimes: formação de quadrilha, corrupção passiva e lavagem de dinheiro
Pedro Henry: 7 anos e 2 meses. Multa de R$ 932 mil. Crimes: corrupção passiva e lavagem de dinheiro
Roberto Jefferson: 7 anos e 14 dias em regime semiaberto (deverá cumprir pena em uma colônia agrícola). Multa de R$ 740,2 mil. Crimes: corrupção passiva e lavagem de dinheiro
João Paulo Cunha: 9 anos e 4 meses. Multa de R$ 370 mil. Crimes: corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro
Henrique Pizzolato: 12 anos e 7 meses em regime fechado. Multa de R$ 1,3 milhão. Crimes: corrupção passiva, lavagem de dinheiro, peculato
Romeu Queiroz: 6 anos e seis meses. Multa de R$ 858 mil. Crimes: corrupção passiva e lavagem de dinheiro
Bispo Rodrigues: 6 anos e três meses. Multa de R$ 726 mil. Crimes: corrupção passiva e lavagem de dinheiro
Breno Fischberg: 5 anos e 10 meses em regime semiaberto. Multa de R$ 572 mil. Crime: lavagem de dinheiro
Jacinto Lamas: 5 anos em regime semiaberto. Multa de R$ 270 mil. Crimes: corrupção passiva, lavagem de dinheiro
Enivaldo Quadrado: 3 anos e seis meses. Multa de R$ 28,6 mil. Crime: lavagem de dinheiro
José Borba: Pena restritiva de direitos:
pagamento de 300 salários mínimos a entidade pública sem fins lucrativos e proibição de exercar cargo público ou eletivo por dois anos e meio. Crime: corrupção passiva
Emerson Palmieri: pena de restrição de direitos: pagamento de 150 salários mínimosa entidade pública sem fins lucrativos e proibição de exercer cargo público por quatro anos. Crimes: corrupção passiva, lavagem de dinheiro

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!