Últimas horas para escolher os melhores de 2013

Você tem até o último minuto desta segunda-feira para indicar aqueles que, em sua opinião, são os parlamentares que melhor representam a população no Congresso. Participe!

O prazo para a escolha dos melhores parlamentares do ano termina no último minuto desta segunda-feira (9). Se você ainda não votou, pare, pense e corra para acessar a página de votação. Com a proposta de estimular a sociedade a acompanhar mais de perto o desempenho dos congressistas, combater as generalizações e o ceticismo ("político é tudo igual", "melhor fechar o Congresso" etc.) e valorizar os bons exemplos no Parlamento, o Prêmio Congresso em Foco chega à oitava edição com mais de 184 mil votos validados, somente até a divulgação do último boletim parcial, dia 2.

Ordem de classificação e nomes indicados pela internet, conforme a última parcial

Os nomes de todos os vencedores e sua classificação final serão conhecidos na festa de premiação, no dia 26, no Unique Palace, em Brasília.

A maioria dos premiados, diga-se de passagem, já é de domínio público há dois meses. São os 41 deputados e senadores mais bem avaliados por 166 jornalistas que cobrem o Congresso e que participaram da primeira fase da votação, no final de junho, com o acompanhamento do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal. Na segunda fase, entre 9 de julho e 9 de setembro, a população vota tanto para definir a ordem de classificação dos premiados quanto para acrescentar mais um nome em cada um das categorias do prêmio.

São elas: Melhores Senadores, Melhores Deputados (categorias gerais); Parlamentares de Futuro (deputados e senadores com menos de 45 anos), Destaque na Defesa da Democracia, Destaque na Defesa dos Consumidores, Destaque na Defesa do Desenvolvimento Econômico, Destaque na Defesa da Seguridade Social e dos Servidores Públicos, Destaque na Defesa da Educação, Destaque na Defesa da Gestão Pública e Destaque no Combate ao Crime Organizado (categorias especiais).

Pelo regulamento, nada impede, por exemplo, que um deputado ou senador que não ficou entre os mais bem avaliados pelos jornalistas seja declarado o vencedor de determinada categoria. Para isso, no entanto, ele terá de acumular mais votos do que os colegas selecionados pelos profissionais de imprensa. O processo de votação pela internet é criteriosamente monitorado, e é feito sob a fiscalização da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF).

Desde que começou a votação na internet, o Congresso em Foco divulgou 23 boletins com resultados parciais. O último deles, no ar desde o dia 2.

Ele apontava para o afunilamento da disputa pelo título de melhor senador entre Cristovam Buarque (PDT-DF), Eduardo Suplicy (PT-SP) e Pedro Simon (PMDB-RS). O pedetista aparecia com 1,4 mil votos de frente sobre o petista, vencedor da última edição. Suplicy tinha 1,2 mil votos a mais que Simon. Ao grupo dos dez melhores senadores, caso se mantenha a última parcial, se juntará o senador Alvaro Dias (PSDB-PR).

Na Câmara, a concorrência é mais acirrada e tem como protagonistas três deputados do Rio de Janeiro. Jean Wyllys (Psol), Chico Alencar (Psol) e Romário (sem partido) disputavam, voto a voto, a preferência do internauta. Na parcial do dia 2, Jean tinha menos de 250 votos de frente sobre Chico, que aparecia com pouco mais de 300 votos de vantagem em relação a Romário. O “baixinho”, aliás, é um exemplo de voto impulsionado pela sociedade. Disparado o mais votado pelos internautas para se juntar à lista dos melhores na Câmara definida pelos jornalistas, ele desponta como um dos favoritos para o título de melhor deputado, embora tenha entrado na disputa somente há três semanas.

Romário não pôde ser votado pelos jornalistas, na primeira fase da votação, porque respondia, à época, a um inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF). Mas, com a conclusão da Procuradoria-Geral da República de que não havia indícios de que o ex-jogador tivesse cometido o crime ambiental que lhe era atribuído, ele entrou na lista dos parlamentares aptos a serem votados (clique aqui para saber mais).

Processados, fora

De acordo com as regras do prêmio, não podem ser votados parlamentares que sejam alvo de investigação no Supremo ou no Conselho de Ética ou, ainda, acusados de violação dos direitos humanos. Nem pelos jornalistas (na primeira fase), nem pelos internautas (na fase decisiva). Por isso, ao longo da votação, alguns eleitores se surpreenderam com a ausência de parlamentares em quem gostaria de votar na lista da internet.

O regulamento, porém, prevê a inclusão do nome na relação dos aptos a serem votados caso o parlamentar se livre do inquérito ou ação penal até o último da votação na internet. Pelo motivo inverso, ou seja, em razão da abertura de investigação criminal, alguns nomes foram excluídos da lista ao longo do processo de votação.

Para evitar que um mesmo congressista com grande capacidade de mobilização digital monopolizasse as indicações espontâneas feitas pela internet, o Congresso em Foco estabeleceu nova regra este ano. Nas indicações livremente feitas na votação pela internet, não será permitido que o mesmo parlamentar seja premiado em mais de duas categorias. Caso a soma dos seus votos seja superior à dos demais congressistas em três ou mais categorias, prevalecerá a indicação nas duas categorias em que recebeu mais votos (descartando-se os votos recebidos nas demais categorias).

Num ano marcado por manifestações de protesto, o prêmio ganha ainda maior relevância. Por trás da iniciativa de estimular a reflexão, o reconhecimento e a valorização dos parlamentares que melhor representam os interesses da população, reside uma pergunta que ecoou nas ruas: com quem podemos contar para mudar a forma de fazer política no país? Um passo importante para chegar a essa resposta é sair da generalização de que todos os políticos são iguais e aprender a distinguir os melhores.

Esse é o convite que o Prêmio Congresso em Foco faz pelo oitavo ano consecutivo. Quem ainda não votou tem apenas mais algumas horas para fazê-lo e contribuir para melhorar a qualidade da representação política no Brasil.

Aqui, a ordem de classificação e os nomes indicados pela internet na última parcial

Por que a sua participação é mais importante do que nunca

Outras informações sobre o prêmio


O Legislativo brasileiro não é o que desejamos, mas é o que temos – e elegemos. E sem ele sabemos que não há democracia. Vamos valorizar o que o Congresso Nacional tem de melhor. Vá ao endereço http://premiocongressoemfoco.com.br/ e participe da escolha dos melhores parlamentares de 2013.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!