TSE suspende propaganda do DEM na Bahia

Rodolfo Torres


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) suspendeu a propaganda eleitoral do DEM na Bahia. O corregedor-geral eleitoral, ministro Aldir Passarinho, acatou representação do PT contra o partido oposicionista e o pré-candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra.


“A decisão suspende, de imediato, a transmissão das inserções que iriam ao ar nesta terça-feira (25) e de quaisquer outras, até novo pronunciamento do TSE”, explica o site da corte eleitoral.


Segundo os petistas, o DEM e Serra utilizaram espaço reservado “às inserções nacionais da propaganda partidária” para fazer campanha. Além de fazer propaganda antecipada, alegam os petista, a oposição também aproveitou para atacar o governador da Bahia, o petista Jaques Wagner, candidato à reeleição.


Contudo, a corte eleitoral arquivou outra representação do PT, contra o PSDB e Serra, pelo programa exibido na Bahia. De acordo com a representação petista, os tucanos fizeram propaganda antecipada em favor de Serra, no último dia 20 de maio, durante inserção de 30 segundos no horário eleitoral gratuito naquele estado.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!