TSE confirma 786 urnas substituídas e 142 prisões

Presidente do TSE diz que casos de violência foram pontuais: “A votação está ocorrendo num quadro de paz. Quanto aos incidentes graves demos as respostas adequadas com as forças de segurança estaduais juntamente com a força federal, que estão atuando onde foi necessária uma ação mais ostensiva”

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou o segundo boletim das eleições 2016 às 10h12 deste domingo (2). Até o momento, foram registradas 305 ocorrências. Do total, 40 tiveram relação com candidatos. Desses, 21 foram presos. As outras 265 ocorrências, das quais 142 acarretaram em prisão, não envolveram candidatos.

O documento também contabiliza 786 urnas eletrônicas que precisaram ser substituídas em 25 estados no início desta manhã. O único que não registrou quaisquer problemas foi o Espírito Santo, enquanto o maior número de substituições, até o momento, foi o Rio de Janeiro, com 165 urnas trocadas.

Para o presidente do TSE, Gilmar Mendes, os casos de violência foram pontuais. Ainda de acordo com ele, as forças de segurança conseguiram solucionar as ocorrências e a eleição segue tranquila em todo o país.

“A votação está ocorrendo num quadro de paz. Quanto aos incidentes graves demos as respostas adequadas com as forças de segurança estaduais juntamente com a força federal, que estão atuando onde foi necessária uma ação mais ostensiva”, disse o presidente do TSE ao destacar que mais de 400 municípios receberam apoio da força federal.

Neste domingo, 144.088.912 eleitores vão às urnas para eleger  57.943 vereadores e os prefeitos de 5.568 municípios brasileiros.

Mais sobre Eleições 2016

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!