Secretário do Ministério da Pesca é preso em operação da PF

Operação da Polícia Federal prendeu ainda um superintendente do Ibama. Os dois são acusados de integrar quadrilha que comercializava licenças ilegais para pesca de grande porte

A Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira (15) dois alvos da Operação Enredados, deflagrada nesta manhã: o secretário-executivo do extinto Ministério da Pesca, Clemerson José Pinheiro, e o superintendente do Ibama em Santa Catarina, Américo Ribeiro Tunes. Eles são acusados de fazer parte de uma quadrilha que vendia permissões ilegais para pesca industrial. As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Estão sendo realizados 61 mandados de busca e apreensão, 19 de prisão preventiva e 26 de condução coercitiva em municípios do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Pará, Rio Grande do Norte e no Distrito Federal.

Os interessados em obter permissão para a pesca industrial, visto necessário para a prática da pesca de grande porte, pagavam até R$ 100 mil à quadrilha. Algumas embarcações que compravam a licença não possuíam sequer os requisitos básicos para receber o documento. Em outros casos, o bando criminoso criava empecilhos para donos de barcos aptos retirar a licença, pressionando-os a pagar propina.

Durante as buscas, a PF apreendeu mais de 240 toneladas de pescado capturado ilegalmente, com valor acima de R$ 3 milhões. Entre eles, espécies em extinção como tubarão azul, tubarão cola fina, tubarão anjo e raia viola.

Leia na integra a matéria da Folha de S.Paulo


Mais sobre corrupção

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!