Roberto Requião (PMDB-PR)

O que há contra o senador no Supremo

É investigado no Inquérito 3526 por calúnia e difamação. O autor da denúncia é Nelson Pessuti, irmão de Orlando Pessuti, que foi vice de Requião quando o peemedebista era governador do Paraná. O senador explica que se manifestou nas redes sociais acerca de denúncias de desvio de recursos na imprensa oficial do estado do Paraná. “A representação foi feita por um terceiro, que se sentiu atingido com a notícia. As ações cíveis já foram julgadas e vencidas pelo senador”, afirma a assessoria de Requião.

Leia a íntegra da resposta:

"O inquérito se refere a apuração de prática de eventual fato na esfera criminal.

Trata-se de representação de um terceiro que se sentiu atingido na sua honra por uma denúncia realizada pelo senador Roberto Requião.

A denúncia se refere a desvios que foram feitos na imprensa oficial do Estado do Paraná de recursos que redundaram em prejuízos ao erário, à época, de cerca de R$ 10.000.000,00.

Esta denúncia foi feita na imprensa, que noticiou, também, a prisão de algumas pessoas.

O senador, por meio das redes sociais, simplesmente repercutiu essas denúncias e os ofendidos ingressaram com ações e representações criminais.

Cumpre esclarecer que as ações cíveis já foram julgadas e o senador foi vencedor."

Quase 40% dos senadores têm pendências criminais

Mais sobre processos

Assine a Revista Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!