Presidente do BB vai assumir o comando da Petrobras

Ligado ao PT, Aldemir Bendine estava na presidência do BB desde 2009, no governo Lula. Ele terá a missão de tentar salvar a Petrobras da maior crise de sua história

O presidente do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, vai substituir Graça Foster na presidência da Petrobras. Considerado próximo do ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, Bendine foi escolhido pela presidente Dilma Rousseff para a missão de salvar a empresa da maior crise de sua história. O conselho administrativo da estatal elege hoje os novos diretores da companhia, que renunciaram ao cargo juntamente com Graça esta semana, após os desgastes com as denúncias de corrupção reveladas pela Operação Lava Jato.

No comando do BB desde abril de 2009, ainda no governo Lula, Bendine é funcionário de carreira do Banco do Brasil, onde começou como estagiário aos 15 anos de idade. Foi aprovado em concurso em 1982. Embora não seja filiado a qualquer partido, tem proximidade com lideranças do PT. Ainda no banco, passou pelas diretorias de Cartões; Varejos e Novos Negócios antes de virar vice-presidente e, em seguida, presidente. Natural de Paraguaçu Paulista (SP), Bendine tem 51 anos.

Mais sobre a Operação Lava Jato

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!