PPS pede convocação de Palocci e Vaccari Neto

Pedidos formulados pelo partido se baseiam em reportagens. Ex-ministro teria pedido dinheiro para campanha eleitoral de Dilma. E tesoureiro do PT seria ligado a doleiro preso

Líder do PPS na Câmara, o deputado federal Rubens Bueno (PR) apresentou nesta segunda-feira (29) à CPI mista da Petrobras requerimentos pedindo a convocação do ex-ministro Antonio Palocci e do tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, por suspeita de envolvimento em desvios de recursos públicos.

Um dos pedidos se baseia em reportagem da última edição da Veja. De acordo com a revista, mediante acordo de delação premiada, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa declarou que Palocci solicitou R$ 2 milhões para a campanha eleitoral de 2010 da então candidata a presidente da República, Dilma Rousseff (PT). O dinheiro seria oriundo de esquema de corrupção na estatal.

Em relação a Vaccari Neto, o pedido foi formulado a partir de reportagem do jornal Folha de S. Paulo sobre a suspeita de que ele negociou investimentos feitos por fundos de pensão de estatais em empresas ligadas ao doleiro Alberto Youssef.

Tanto Costa quanto Youssef estão presos. Foram alvos da Operação Lava Jato, deflagrada pela Polícia Federal (PF) em março último para desbaratar esquema de lavagem de dinheiro que teria movimentado R$ 10 bilhões. Se os pedidos forem aprovados pela CPI, Palloci e Vaccari deverão ser ouvidos pelo colegiado.

 

Mais sobre a Petrobras

Assine a Revista Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!