PGR vai iniciar investigação sobre lista da Odebrecht

Ministro Teori Zavascki determinou que a PGR dê início ao processo de investigação dos políticos citados na lista da Odebrecht. Pelo menos 316 nomes de 24 partidos aparecem nas planilhas de supostos pagamentos da empreiteira

O relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Teori Zavascki, determinou que a Procuradoria-Geral da República (PGR) dê início ao processo de investigação dos políticos citados na lista da Odebrecht, apreendida na 23ª fase da investigação, batizada de Operação Acarajé. Perto de 300 políticos, de 25 partidos políticos, aparecem nas planilhas da empreiteira, apreendidas com Benedicto Barbosa Silva Júnior, presidente da Odebrecht Infraestrutura.

A lista da Odebrecht inclui 16 senadores e 55 deputados, ligados a 25 diferentes partidos políticos. Os documentos tratam de doações eleitorais feitas pela Odebrecht para as eleições de 2012 e 2014.

Entre aqui para ver todos os detalhes da lista.

Segundo informações do jornal Folha de S.Paulo, Teori também decidiu devolver para o juiz Sérgio Moro o comando das operações Acarajé e Xepa. A primeira, deflagrada em fevereiro, teve como principal alvo o casal João Santana e Mônica Moura, presos preventivamente sob suspeita de receber recursos da Odebrecht por meio de offshore no exterior. Já a operação Xepa foi realizada em março, e foi um desdobramento da Acarajé, com o objetivo de investigar suspeitas de pagamento de propina e lavagem de dinheiro pela empreiteira.

Como a lista apresentava nomes de pessoas com foro privilegiado, Moro a enviou para o STF. No despacho, o juiz disse que ainda não é possível avaliar a legalidade dos pagamentos, sendo que a Odebrecht é uma das maiores doadoras para campanhas políticas. “Os pagamentos retratados nas planilhas encontradas na residência do executivo Benedi­cto Barbosa podem ser doações eleitorais lícitas ou mesmo pagamentos que não tenham se efetivado”. diz Moro. “A cautela recomenda, porém, que a questão seja submetida desde logo ao Supremo Tribunal Federal”.

A partir da análise do Ministério Público será possível dizer se há ou não indícios para justificar o pedido de abertura de inquérito no STF contra os políticos citados.

 

Quem é quem na lista da Odebrecht

Leia a reportagem completa no jornal Folha de S.Paulo

Mais sobre Operação Lava Jato

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!