Luiz Sérgio e Paulo Teixeira disputam sucessão de Vargas

Segundo o vice-líder do governo, Henrique Fontana, o calvário do deputado ligado ao doleiro Alberto Yousseff já movimenta os parlamentares do PT

Ainda ocupada oficialmente pelo deputado André Vargas (PT-PR), que não protocolou o pedido de renúncia anunciado, a vice-presidência da Câmara já divide petistas. De acordo com a distribuição de cargos na Casa, a cadeira é do partido, mas ainda não há consenso dentro do PT sobre quem deve ser o sucessor de Vargas.

Nesta terça-feira (15), depois da reunião de líderes da base aliada, o vice-líder do governo, deputado Henrique Fontana (PT-RS), disse que na disputa já estão os deputados Luiz Sérgio (RJ) e Paulo Teixeira (SP).

Luiz Sérgio foi líder do PT e ministro da Pesca e das Relações Institucionais do governo Dilma. Teixeira também foi líder do partido na Câmara.

Vargas anunciou que vai renunciar. Ele responde a um processo por quebra de decoro parlamentar no Conselho de Ética, que pode resultar na cassação de seu mandato. Diálogos interceptados pela Polícia Federal na Operação Lava Jato mostraram sua atuação para beneficiar um laboratório em favor do doleiro Alberto Yousseff. Este ano, Vargas fez uma viagem à Paraíba no jato do doleiro.

De acordo com a PF, o doleiro é um dos líderes de um grupo que lavou R$ 10 bilhões. Os policiais suspeitam que ele usou o ex-diretor da Petrobrás Paulo Roberto Costa para fazer tráfico de influência em negócios na estatal.(com Agência Brasil)

Mais sobre Petrobras

Nosso jornalismo precisa da sua assinatura

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!