Lava Jato soma 106 condenações e pede R$ 38 bilhões de volta

Crimes denunciados pelos procuradores envolvem o pagamento de R$ 6,4 bilhões em propina. Deste total, R$ 3,6 bilhões são alvo de recuperação por acordos de delação premiada. Veja os novos números da operação

A força-tarefa da Operação Lava Jato está pedindo o ressarcimento de R$ 38,1 bilhões, incluindo multas, aos cofres públicos. Segundo balanço divulgado nesta quarta-feira pelo chefe da força-tarefa, o procurador Deltan Dallagnol, foram abertos até agora 1.397 processos. Os crimes denunciados pelos procuradores envolvem o pagamento de R$ 6,4 bilhões em propina. Deste total, R$ 3,6 bilhões são alvo de recuperação por acordos de delação premiada. De março de 2014, quando começaram as investigações, até agora, o juiz federal Sérgio Moro já proferiu 106 condenações. As penas somam quase 1.150 anos.

O procurador afirma que as prisões estão sendo feitas de modo parcimonioso pela operação que investiga, segundo ele, “o maior escândalo de corrupção da história brasileira”. Dos 233 denunciados até o momento, 21 foram presos. Oito deles ainda não receberam sentenças. Ao todo, foram fechados 70 acordos de delação premiada, dos quais, 51 com réus soltos, explicou o procurador.

Entre os crimes denunciados pela Lava Jato, estão corrupção, crimes contra o sistema financeiro internacional, tráfico transnacional de drogas, formação de organização criminosa e lavagem de dinheiro. Os novos dados foram divulgados esta tarde, na mesma coletiva em que Dallagnol apontou o ex-presidente Lula como "chefe” do petrolão.

No Supremo Tribunal Federal (STF), onde tramitam as investigações que envolvem autoridades com foro privilegiado, como ministros e parlamentares, não houve qualquer julgamento até agora.

Veja os números da Lava Jato até o dia 13, na primeira instância na Justiça Federal:

1.397 procedimentos instaurados

654 buscas e apreensões

174 conduções coercitivas

92 prisões temporárias

6 prisões em flagrante

112 pedidos de cooperação internacional

70 acordos de delação premiada com pessoas físicas

6 acordos de leniência

48 acusações criminais contra 233 pessoas

21 condenações

7 acusações de improbidade administrativa contra 38 pessoas físicas e 16 empresas, pedindo o pagamento de R$ 12,1 bilhões

Total do ressarcimento pedido: R$ 38,1 bilhões

Crimes denunciados envolvem pagamento de R$ 6,4 bilhões

R$ 3,6 bilhões são alvo de recuperação por acordos de delação

R$ 2,4 bilhões em bens dos réus já bloqueados

106 condenações contabilizando 1.148 anos, 11 meses e 11 dias de pena

Mais sobre a Operação Lava Jato

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!