Instalação da CPI da Covid será dia 27 de abril

O Senador Otto Alencar (PSD-BA) fixou a data de instalação da CPI da Covid para o próximo dia 27 de abril, às 10h. O congressista convocou senadores para a eleição  do presidente e do vice da comissão.

Na semana passada, senadores acordaram que a presidência da CPI caberá a Omar Aziz (PSD-AM), a vice-presidência será de Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e a relatoria de Renan Calheiros (MDB-AL). A eleição deve confirmar este nomes.

Além de investigar a omissão do governo federal na condução da pandemia, a comissão vai apurar eventuais irregularidades no repasse de recursos federais a estados e municípios. No entanto, o nome de Renan Calheiros é rechaçado pela base governista.

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) ingressou com uma ação na Justiça Federal para impedir que Renan seja o relator da comissão. Calheiros é pai de Renan Filho, governador de Alagoas. O senador Jader Barbalho (MDB-PA), suplente da CPI, é pai do governador do Pará, Helder Barbalho. O senador Marcos Rogério (DEM-RO), é um dos nomes do agrado do governo para assumir a relatoria ou a presidência da CPI.

Mais cedo, a Mesa Diretora da Casa divulgou o ato 8/2021, que disciplina o funcionamento da comissão. No documento divulgado pelo Senado consta que os membros da CPI terão encontros semipresenciais e na reunião de instalação será utilizado o mesmo formato de eleição para a Mesa Diretora, com urnas eletrônicas externas e na garagem do Congresso. O acesso ao plenário da comissão será reservado aos membros da CPI e seus funcionários.

Confira na íntegra:

> Zambelli vai à Justiça para barrar Renan na relatoria da CPI da Covid

Continuar lendo