Governo Alckmin firmou contratos com blogueiro anti-PT, diz jornal

A ex-chefe da Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, a jornalista Cristina Ikonomidis, é sócia de um bloqueiro antipetista em uma empresa contratada para atualizar o portal e os perfis da própria secretaria nas redes sociais

A ex-chefe da Assessoria de Comunicação da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, a jornalista Cristina Ikonomidis, é sócia de um bloqueiro antipetista em uma empresa contratada para atualizar o portal e os perfis da própria secretaria nas redes sociais. Pelo serviço, a empresa Appendix Consultoria recebe R$ 70 mil. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Segundo a Folha, a Appendix foi criada pelo advogado e blogueiro Fernando Gouveia há dois anos. Quando a empresa assinou contrato com a Secretaria de Cultura, Cristina Ikonomidis já exercia a função de chefe de comunicação da pasta. Cristina ficou no cargo por dois anos e deixou o governo em setembro de 2013. Três meses depois da Appendix ser contratada pelo governo Geraldo Alckmin (PSDB).

“De acordo com documentos oficiais, pelo menos uma das ordens de serviço que liberaram pagamentos à Appendix foram assinadas pelo também jornalista Juliano Nóbrega, então número dois da Subsecretaria de Comunicação do Palácio dos Bandeirantes e marido de Cristina”, informa o jornal.

Confira a reportagem na íntegra

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!