Enquete: Leitores apostam na cassação de Demóstenes

Quinze leitores dizem que senador vai perder o mandato hoje. Dois estão em dúvida e três acreditam na absolvição

Enquete informal feita pelo Congresso em Foco na rede social twitter aponta que a maioria dos leitores do site acredita que o senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO) será cassado nesta quarta-feira (11). Ele é acusado pelo Conselho de Ética do Senado de ter “comportamento incompatível” por receber “vantagens indevidas” do bicheiro Carlinhos Cachoeira e praticar “irregularidades graves” em seu mandato.

No final da tarde de ontem (10), 20 leitores deram sua opinião sobre o caso, após o senador dizer em plenário que será absolvido hoje. Entre esse grupo, 15 (ou 75%) disseram crer que Demóstenes vai perder o mandato na votação secreta que acontece no plenário do Senado. Uma das leitoras disse que a punição vai acontecer injustamente. “O @demostenes_go teve a infelicidade de ter o Cachoeira no rol de amizades. Isso acontece na vida de qualquer um”, afirmou a pedagoga Anna Flávia Schmitt, moradora de Rodeio (SC) e filiada ao PMDB daquela cidade.

Posição contrária tem José Carlos Pimentel, que entende que Demóstenes vai perder o mandato. “Deve ser cassado sem dó nem piedade. Aliás a votação deveria ser com voto aberto”, disse ele na terça-feira.

Mas outros três leitores (15%) têm a mesma opinião de Demóstenes, a de que o senador será absolvido. “Ele não será cassado. Quem manda rato tomar conta de queijo?”, provocou o analista de recursos humanos Gilson Sotero Júnior, de Recife (PE).

Outros dois internautas (10%) se mostram em dúvida ou não opinaram. “Há um abismo entre o que a sociedade espera e o que o Congresso faz. Como dizer?”, questionou o designer e jornalista Fábio Alencar, de Manaus (AM).

Com o apelido de “Cachaça Alegre”, o morador de Duas Estradas (PB) Silvinho recorreu a um bordão para comentar assunto. “Me diz com quem andas, q ti digo quem tu és!”, afirmou ele. Nos últimos dias, Demóstenes tem afirmado que “foi” amigo do bicheiro Carlinhos Cachoeira.

Continuar lendo