Câmara terá 25 ex-deputados de volta na próxima legislatura

Entre os que retornam, estão políticos que trocaram a Câmara por prefeitura ou pelo Senado ou que perderam as eleições passadas

Entre os 223 deputados que entram na conta de renovação da Câmara, 25 na verdade já exerceram mandatos antes da atual legislatura e estão voltando a ocupar vagas na Casa. Entre eles estão oito ex-deputados que foram derrotados na disputa de outros cargos nas eleições de 2010 e agora retornam.

Celso Russomanno (PRB-SP), Pompeo de Mattos (PDT-RS) e Alberto Fraga (DEM-DF) concorreram ao governo de seus estados. José Carlos Aleluia (DEM-BA) e Ricardo Barros (PP-PR) concorreram a uma vaga no Senado, assim como Heráclito Fortes (PSB-PI), ex-senador que não se reelegeu em 2010.

Patrus Ananias (PT-MG) foi candidato a vice-governador na chapa de Hélio Costa (PMDB), e Índio da Costa (PSD-RJ) foi candidato a vice-presidente na chapa de José Serra (PSDB).

Ex-prefeitos

Dois ex-prefeitos voltam a ser deputados: Leônidas Cristino (Pros-CE), de Sobral (CE); e Odelmo Leão (PP-MG), de Uberlândia (MG). Moroni Torgan (DEM-CE) perdeu a eleição para prefeito de Fortaleza (CE) em 2012 e saiu temporariamente da política para se dedicar a sua igreja, mas retorna agora.

Já Rogério Rosso (PSD-DF) foi eleito de forma indireta governador do Distrito Federal após a prisão do governador e do vice em 2009, envolvidos em uma denúncia de corrupção. Ele não concorreu naquela eleição e levou o governo até o fim.

Entre os que retornam à Câmara estão também o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE), que já havia sido deputado, e outros dois ex-senadores, João Castelo (PSDB-MA) e Zé Reinaldo (PSB-MA), assim como o atual vice-governador da Paraíba, Rômulo Gouveia (PSD-PB).

Para completar os 25, foram eleitos os ex-deputados Benito Gama (PTB-BA), Laerte Bessa (PR-DF), Marcus Vicente (PP-ES), Dagoberto Nogueira (PDT-MS), Maria Helena (PSB-RR), Cesar Souza (PSD-SC), Gilberto Nascimento (PSC-SP), Roberto Alves (PRB-SP) e Vinicius Carvalho (PRB-SP).

Entre os 223 deputados que entram na conta de renovação da Câmara, 25 na verdade já exerceram mandatos antes da atual legislatura e estão voltando a ocupar vagas na Casa.

Entre eles estão oito ex-deputados que foram derrotados na disputa de outros cargos nas eleições de 2010 e agora retornam.

Celso Russomanno (PRB-SP), Pompeo de Mattos (PDT-RS) e Alberto Fraga (DEM-DF) concorreram ao governo de seus estados. José Carlos Aleluia (DEM-BA) e Ricardo Barros (PP-PR) concorreram a uma vaga no Senado, assim como Heraclito Fortes (PSB-PI), ex-senador que não se reelegeu em 2010.

Patrus Ananias (PT-MG) foi candidato a vice-governador na chapa de Hélio Costa (PMDB), e Indio da Costa (PSD-RJ) foi candidato a vice-presidente na chapa de José Serra (PSDB).

Ex-prefeitos

Dois ex-prefeitos voltam a ser deputados: Leonidas Cristino (Pros-CE), de Sobral (CE); e Odelmo Leão (PP-MG), de Uberlândia (MG). Moroni Torgan (DEM-CE) perdeu a eleição para prefeito de Fortaleza (CE) em 2012 e saiu temporariamente da política para se dedicar a sua igreja, mas retorna agora.

Já Rogério Rosso (PSD-DF) foi eleito de forma indireta governador do Distrito Federal após a prisão do governador e do vice em 2009, envolvidos em uma denúncia de corrupção. Ele não concorreu naquela eleição e levou o governo até o fim.

Entre os que retornam à Câmara estão também o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE), que já havia sido deputado, e outros dois ex-senadores, João Castelo (PSDB-MA) e Zé Reinaldo (PSB-MA), assim como o atual vice-governador da Paraíba, Rômulo Gouveia (PSD-PB).

Para completar os 25, foram eleitos os ex-deputados Benito Gama (PTB-BA), Laerte Bessa (PR-DF), Marcus Vicente (PP-ES), Dagoberto Nogueira (PDT-MS), Maria Helena (PSB-RR), Cesar Souza (PSD-SC), Gilberto Nascimento (PSC-SP), Roberto Alves (PRB-SP) e Vinicius Carvalho (PRB-SP).

Clique aqui para ver a lista dos deputados federais eleitos

Mais sobre eleições 2014

Assine a Revista Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!