Câmara aprova convite para depoimento de cinco ministros

Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara aprovou audiência com ministros os ministros dos Transportes, das Comunicações, do Desenvolvimento Agrário, das Cidades do Meio Ambiente

A Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara aprovou hoje (3) cinco requerimentos para convidar ministros do governo Dilma para prestar esclarecimentos ao Congresso em relação a denúncias veiculadas pela imprensa. Os requerimentos, inicialmente de convocação, foram transformados em convites, por meio de um acordo entre base e oposição.

Pelos requerimentos, todos de autoria do deputado oposicionista Vanderlei Macris (PSDB-SP), estão convidados a comparecerem à Câmara os ministros dos Transportes, Paulo Passos, das Comunicações, Paulo Bernardo, do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florence, das Cidades, Mário Negromonte, e do Meio Ambiente, Izabella Teixeira.

Também foi convidado o presidente da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Haroldo Lima. Ainda não há data para as audiências. Na última segunda-feira (1º), o líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), afirmou que a base governista estaria de acordo com o convite aos chefes de pasta.

O ministro Paulo Passos é convidado a esclarecer denúncias de irregularidades praticadas no âmbito do Ministério dos Transportes. Paulo Bernardo é chamado a dar informações sobre denúncias de envolvimento em negociações de contratos para obras de rodovias e ferrovias no estado do Paraná.

Negromonte é convidado para explicar denúncias de irregularidade na destinação de verbas para empresas doadoras de campanhas políticas. Já Afonso Florence e Izabella Teixeira devem vir ao Congresso para prestar esclarecimentos acerca de ocupação ilegal de terras em áreas de proteção ambiental e de assentamentos destinados à reforma agrária no país.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!