Brumadinho tem 84 mortos, metade identificada, e 276 desaparecidos

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais contabilizou, até o início da noite desta terça-feira (29), um total de 84 vítimas fatais do rompimento da barragem de Córrego Feijão, em Brumadinho (MG). Metade delas (42) foram identificadas no Instituto Médico Legal (IML).

Outras 276 pessoas estão desaparecidas. O porta-voz do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, tenente Pedro Aihara, reconheceu que "a chance de encontrar pessoas com vida é realmente muito pequena".

Engenheiros que atestaram segurança de barragem em Brumadinho são presos

Senador reúne assinaturas para CPI: “Minas se tornou refém da Vale”

Só 3% das barragens foram fiscalizadas em 2017, diz relatório da Agência Nacional de Águas

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!