Após Lava Jato, Petrobras triplica volume de investigações internas

Entre os anos de 2000 a 2013, estatal instaurava uma média de 29 Comissões Internas de Apuração. No ano passado, foram 100 procedimentos

Depois das revelações da Operação Lava Jato, a Petrobras triplicou o volume de Comissões Internas de Apuração (CIA). No ano passado, foram instaurados 100 procedimentos. Entre 2000 e 2013, em média, a estatal abria em média 29 investigações internas. As informações são do jornal O Globo.

Segundo o jornal, do total de comissões instaladas, 87 foram concluídas e buscavam indícios de atos incompatíveis com os regulamentos internos ou possíveis casos de corrupção. Entre as investigações instauradas no ano passado, está uma criada especificamente para apurar o pagamento de propinas pela SBM Offshore a executivos da Petrobras. A estatal não encontrou “fatos ou documentos que evidenciassem pagamento de propinas”.

Conforme O Globo, o trabalho das comissões tem ajudado os investigadores da Lava Jato a obter novas provas. “Servidores responsáveis pelo trabalho têm sido convocados, inclusive, para prestar depoimentos à Justiça”, informa O Globo.

Confira a reportagem na íntegra

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!