Alvaro Dias deixa o PSDB para se filiar ao PV

Atual líder da oposição assinou sua desfiliação nessa quinta-feira. Senador atribui mudança de partido a conflito com o grupo do governador tucano Beto Richa. Ele será a principal atração da propaganda do PV na próxima semana

Ex-líder do PSDB, o senador Alvaro Dias (PR) assinou sua desfiliação do partido, nessa quinta-feira (7), em Londrina, encerrando sua segunda passagem pela legenda. O agora ex-tucano deve assinar nos próximos dias sua ficha de filiação ao Partido Verde (PV), de acordo com sua assessoria de imprensa.

O senador, que é o atual líder da oposição no Senado, será a principal atração da propaganda partidária do PV, que vai ao ar no rádio e na TV, na próxima terça-feira (12). Alvaro gravou sua participação esta semana.

Por meio de sua assessoria, o senador negou que a mudança de partido esteja relacionada a um convite do PV para que ele seja candidato a presidente em 2018. O parlamentar atribui sua saída do PSDB a problemas regionais. Ele entrou em conflito com o grupo do governador do Paraná, Beto Richa (PSDB). Os dois disputaram a indicação para representar o partido na eleição ao governo em 2010. Richa acabou ganhando a disputa interna, o que abriu caminho para sua primeira eleição.

Alvaro Dias afirmou, por meio de seus assessores, que a escolha pelo PV se deve ao fato de o partido não estar envolvido na Operação Lava Jato e fazer oposição ao governo Dilma e não participar da base de apoio de Beto Richa no Paraná. "Ele continuará a fazer oposição, com uma ação ainda mais firme", informou a assessoria.

Esta é a segunda vez que Alvaro Dias deixa o PSDB. Ele foi filiado à sigla entre 1994 e 2001. Depois, passou pelo PST, pelo PP e pelo PDT antes de voltar ao partido, no qual estava desde 2003.

Mais sobre Alvaro Dias

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!