Eduardo Paes não quer apoio de Bolsonaro no 2º turno

O candidato a prefeito do Rio de Janeiro Eduardo Paes (DEM) disse neste sábado (14) que não aceitaria um eventual apoio do presidente Jair Bolsonaro. O candidato do DEM está em primeiro nas pesquisas de intenção de voto e deve ser confirmado no 2º turno neste domingo (15). As informações são do portal UOL.

"Eu não quis e não quero nacionalizar a campanha. O candidato do Bolsonaro é o Crivella, do Lula é a Benedita da Silva, a do Ciro Gomes é a Martha Rocha. Não se trata de não querer o apoio de alguém. Acontece que eu sou candidato do Rio", afirmou durante ato de campanha no bairro de Guaratiba.

O atual prefeito Marcelo Crivella (Republicanos), a deputada estadual Martha Rocha (PDT) e a deputada federal Benedita da Silva (PT) brigam por uma vaga no 2º turno com Paes.

"Não escolho adversário no segundo turno. Trabalho para estar lá, mas quem decide é a população", disse o ex-prefeito neste sábado.

> Exclusivo: em período eleitoral, produtividade dos deputados cai 67%

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!