Carlos Fávaro lidera corrida ao Senado em Mato Grosso com 20%

Pesquisa RealTime Big Data/CNN Brasil divulgada na noite desta sexta-feira (13) aponta que o atual senador “tampão”, Carlos Fávaro (PSD), lidera a corrida para o Senado em Mato Grosso com 20% das intenções de voto. Em segundo lugar, estão o ex-deputado Niston Leitão (PSDB) e o ex-governador Pedro Taques (Solidariedade), empatados com 14%.

Apuração dos votos, análises e serviço: acompanhe as eleições no Congresso em Foco

Na pesquisa anterior, Fávaro aparecia com 16%, empatado tecnicamente com Leitão (13%) e Taques (12%). A eleição suplementar em Mato Grosso vai ocorrer no próximo domingo (15), mesmo dia das eleições municipais, e vai eleger o substituto da Juíza Selma Arruda (Podemos), que teve o mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A Corte cassou o mandato da juíza pelos crimes de caixa dois e abuso de poder econômico na campanha de 2018.

O empresário Carlos Fávaro (PSD), terceiro colocado no pleito de 2018, ganhou no Supremo Tribunal Federal (STF) o direito de ocupar a cadeira interinamente até a realização de novas eleições. O vencedor da disputa do próximo domingo ocupará uma vaga no Senado até 2026.

A candidata de Bolsonaro, Coronel Fernanda (Patriota), aparece no terceiro pelotão, com 7% das intenções de voto, atrás do Procurador Mauro, do Psol, e do deputado federal José Medeiros (Podemos), cada um com 9%.

Na pesquisa estimulada, em que são apresentados os nomes dos postulantes, votos nulos e brancos somam 7%, enquanto 10% dos eleitores consultados disseram ainda não saber em quem votar.

Pesquisa espontânea

Fávaro também lidera na pesquisa espontânea, na qual o entrevistado é questionado sobre seu candidato favorito sem a apresentação uma lista de opções pelo entrevistador. Nessa modalidade, 40% dos eleitores ainda não sabem em quem votar, a dois dias da eleição. Veja a sequência:

Carlos Fávaro (PSD): 12%

Nilson Leitão (PSDB): 8%

Pedro Taques (Solidariedade): 7%

Procurador Mauro (PSOL): 5%

José Medeiros (Podemos): 5%

Coronel Fernanda (Patriota): 4%

Sargento Eliseu (DC): 1%

Valdir Barranco (PT): 1%

Euclides Ribeiro (Avante) - 1%

Nulo/branco:  16%

Não sabe: 40%

Rejeição

Os entrevistados também respondem se há um candidato em que não votariam de jeito nenhum. Pedro Taques continua liderando a rejeição, com 35% das menções. Veja a lista:

Pedro Taques (Solidariedade): 35%

Nilson Leitão (PSDB): 15%

Coronel Fernanda (Patriota): 9%

Carlos Fávaro (PSD): 7%

Procurador Mauro (PSOL): 7%

José Medeiros (Podemos): 6%

Sargento Eliseu (DC): 5%

Valdir Barranco (PT): 5%

Euclides Ribeiro (Avante): 1%

Reinaldo Morais (PSC): 1%

Rejeita todos: 6%

Não rejeita nenhum: 3%

Foram entrevistadas 850 pessoas, por telefone, entre os dias 7 e 10 de novembro de 2020. O nível de confiança é de 95% e a margem de erro é de três pontos para mais ou para menos.

Eleição para o Senado em MT tem disputa concorrida e busca por apoio de Bolsonaro

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!