De olho em 2022, Dino e Freixo se filiam ao PSB

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) e o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), se filiaram nesta terça-feira (22) ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), presidido por Carlos Siqueira. No evento, sediado em Brasília, na Fundação João Mangabeira nesta manhã, também ocorreu a filiação de Givaldo Vieira (PCdoB), ex-deputado e diretor geral do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) no Espírito Santo (ES) que irá concorrer à uma vaga na Câmara nas eleições de 2022.

No evento, Gilvaldo disse que chega ao partido "com o sentimento de quem chega em casa". Já Dino e Freixo utilizaram seus discursos de filiação para criticar o governo Bolsonaro e pedir a união e força da oposição no ano que vem. "Sem dúvida alguma, o ano de 2022 será o mais importante para a nossa história. De todos nós. A eleição de 2022 vai ser a eleição mais importante da história, até porque ela pode ser a última", afirmou Freixo. "A democracia está em risco no país, e a gente precisa admitir o tamanho desse risco, e ser compatível com a nossa responsabilidade".

"Essa eleição é uma batalha fundamental em torno de tudo que nós conseguimos concretizar, plasmado sobretudo na Constituição de 1988. É um plebiscito entre aqueles que querem a continuidade da democracia com o povo e um projeto de extermínio nacional e popular, de destruição da nação. Não podemos cometer erros", defendeu o governador do Maranhão.

Para o presidente do PSB, Carlos Siqueira, as três novas filiações terão um papel "significativo" em 2022 e representam um "reforço extraordinário à luta democrática dos partidos de oposição contra o governo Bolsonaro". No evento, o presidente da sigla também reafirmou que Freixo, desfiliado do Psol, será candidato ao governo do Rio de Janeiro, enquanto o líder da Oposição na Câmara, deputado Alessandro Molon (PSB-RJ), deve concorrer a uma cadeira no Senado Federal.

"É fundamental que, no Rio de Janeiro, o nosso deputado Marcelo Freixo, que é candidato ao governo do Rio, entre nessa condição com o mais absoluto apoio do Alessandro Molon, que é um entusiasta e também se apresenta como pré-candidato ao Senado, e que criará todas as facilidades possíveis para que você, Marcelo Freixo, possa resgatar o estado das milícias bolsonaristas e do crime organizado", afirmou o presidente nacional da sigla. "Temos os dois melhores deputados federais do Rio de Janeiro, os dois melhores do Brasil”, acrescentou.

Flávio Dino, desfiliado do PCdoB, também recebeu elogios dos presentes no evento. Em seu discurso, o líder da oposição na Câmara manifestou prestígio e respeito a Dino, que foi juiz federal de 1994 a 2006, quando deixou a magistratura para concorrer ao cargo de deputado federal, pelo qual se elegeu e exerceu mandato até 2011. "Ele não fez política no judiciário, mas saiu do judiciário para fazer política", elogiou Alessandro Molon.

> Falta “circunstância política” para impeachment e CPI não terá efeito, diz Lira

> Bolsonaro revive general da ditadura com cala-boca a jornalista. Compare os vídeos

> Filha de Olavo de Carvalho se filia ao PT contra “obscurantismo”

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

 

JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo