MP da Eletrobras: veja como cada senador votou

Por 42 votos a 37, o Senado aprovou nesta quinta-feira (17) a Medida Provisória 1031/2021, que viabiliza a privatização da Eletrobras. O texto foi aprovado mesmo em meio a duras críticas.

Veja como cada senador votou:

AC - Acre   
Mailza Gomes PP AC Sim
Marcio Bittar MDB AC Sim
Sérgio Petecão PSD AC Sim

AL - Alagoas   
Fernando Collor PROS AL Sim
Renan Calheiros MDB AL Não
Rodrigo Cunha PSDB AL Não

AM - Amazonas   
Eduardo Braga MDB AM Sim
Omar Aziz PSD AM Sim
Plínio Valério PSDB AM Não

AP - Amapá   
Davi Alcolumbre DEM AP Sim
Lucas Barreto PSD AP Não
Randolfe Rodrigues REDE AP Não

BA - Bahia   
Angelo Coronel PSD BA Sim
Jaques Wagner PT BA Não
Otto Alencar PSD BA Não

CE - Ceará   
Cid Gomes PDT CE Não
Eduardo Girão PODEMOS CE Sim
Tasso Jereissati PSDB CE Não

DF - Distrito Federal   
Izalci Lucas PSDB DF Não
Leila Barros PSB DF Não
Reguffe PODEMOS DF Não

ES - Espirito Santo   
Fabiano Contarato REDE ES Não
Marcos do Val PODEMOS ES Sim
Rose de Freitas MDB ES Sim

GO - Goiás  
Jorge Kajuru PODEMOS GO Não
Luiz do Carmo MDB GO Sim
Vanderlan Cardoso PSD GO Sim

MA - Maranhão   
Eliziane Gama CIDADANIA MA Não
Roberto Rocha PSDB MA Sim
Weverton PDT MA Não

MG - Minas Gerais   
Antonio Anastasia PSD MG Não
Carlos Viana PSD MG Sim
Rodrigo Pacheco DEM MG

MS - Mato Grosso do Sul   
Nelsinho Trad PSD MS Sim
Simone Tebet MDB MS Não
Soraya Thronicke PSL MS Sim

MT - Mato Grosso   
Carlos Fávaro PSD MT Sim
Jayme Campos DEM MT Sim
Wellington Fagundes PL MT Sim

PA - Pará   
Jader Barbalho MDB PA Sim
Paulo Rocha PT PA Não
Zequinha Marinho PSC PA Sim

PB - Paraiba   
Daniella Ribeiro PP PB Sim
Nilda Gondim MDB PB Não
Veneziano Vital do Rêgo MDB PB Não

PE - Pernambuco   
Fernando Bezerra Coelho MDB PE Sim
Humberto Costa PT PE Não
Jarbas Vasconcelos MDB PE Não

PI - Piauí   
Ciro Nogueira PP PI Sim
Elmano Férrer PP PI Sim
Marcelo Castro MDB PI Sim

PR - Paraná   
Alvaro Dias PODEMOS PR Não
Flávio Arns PODEMOS PR Não
Oriovisto Guimarães PODEMOS PR Não

RJ - Rio de Janeiro   
Carlos Portinho PL RJ Sim
Flávio Bolsonaro PATRIOTA RJ Sim
Romário PL RJ Sim

RN - Rio Grande do Norte   
Jean Paul Prates PT RN Não
Styvenson Valentim PODEMOS RN
Zenaide Maia PROS RN Não

RO - Rondônia   
Acir Gurgacz PDT RO  Não
Confúcio Moura MDB RO Sim
Marcos Rogério DEM RO Sim

RR - Roraima   
Chico Rodrigues DEM RR Sim
Mecias de Jesus REPUBLICANOS RR Sim
Telmário Mota PROS RR Sim

RS - Rio Grande do Sul   
Lasier Martins PODEMOS RS Não
Luis Carlos Heinze PP RS Sim
Paulo Paim PT RS Não

SC - Santa Catarina   
Dário Berger MDB SC Não
Esperidião Amin PP SC Não
Jorginho Mello PL SC Sim

SE - Sergipe   
Alessandro Vieira CIDADANIA SE Não
Maria do Carmo Alves DEM SE Sim
Rogério Carvalho PT SE Não

SP - São Paulo   
Giordano PSL SP Sim
José Serra PSDB SP Não
Mara Gabrilli PSDB SP Não

TO - Tocantins   
Eduardo Gomes MDB TO Sim
Irajá PSD TO Sim
Kátia Abreu PP TO Sim

Os senadores aprovaram o relatório (leia a íntegra) do senador Marcos Rogério (DEM-RO), que apresentou desde esta quarta-feira (16) três versões de seu parecer, preservando as principais mudanças feitas pelos deputados.

Parlamentares críticos ao texto argumentaram que, como veio da Câmara, encarecerá o custo da energia elétrica para o consumidor e favorecerá apenas determinados segmentos do setor. Eles alegaram, ainda, que várias das alterações feitas pela Câmara eram “jabutis”, ou seja, dispositivos estranhos ao tema original da MP.

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo