Mercado registra queda após atrito entre Bolsonaro e equipe econômica

Após Jair Bolsonaro rejeitar a proposta feita pela equipe econômica do governo sobre o programa social Renda Brasil nesta quarta-feira (26), o mercado financeiro respondeu às incertezas sobre as políticas econômicas do governo com queda de 1,46% e com dólar em alta.

O dólar registrou aumento 1,52% chegando a marca de R$5,61, enquanto o Ibovespa caiu 1,46% aos 100.627 pontos. Ao longo da tarde o índice registrou perda de 100 mil pontos, retomando o nível posteriormente ao acompanhar o fôlegos das bolsas internacionais. As bolsas americanas subiram entre 0,3% e 1,8%.

“A proposta como a equipe econômica enviou para mim não será enviada para o Parlamento, não posso tirar de pobres para dar para paupérrimos, não podemos fazer isso daí. Como por exemplo a questão do abono para quem ganha até dois salários mínimos, seria um décimo quarto salário, não podemos tirar isso de 12 milhões de pessoas para dar para um Bolsa Família, Renda Brasil, seja lá qual for o nome desse novo programa”, declarou o presidente.

O discurso além de enterrar o programa desenhado pela equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, retomou uma discussão sobre a fragilidade do teto de gastos em 2021. Foram geradas incertezas sobre os rumos econômicos do país.

Na semana passada, houve atrito entre Guedes e o Senado quanto a votação do veto presidencial que congela o reajuste salarial dos servidores públicos. Os senadores votaram pela derrubada do veto, o que levou o ministro a classificar a decisão da casa como "desastre" e "crime contra o país". Posteriormente, a Câmara dos Deputados votou pela manutenção do veto.

Governistas ouvidos pelo Congresso em Foco nesta quarta-feira (26) negaram a saída de Guedes. Já uma ala do Congresso vê queda de braço com Bolsonaro.

>Bolsonaro reclama de Renda Brasil e suspende envio da proposta

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!