Comissão da reforma administrativa aprova convite a Paulo Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, será o primeiro convidado da comissão especial da reforma administrativa. O requerimento acaba de ser aprovado pelo colegiado. "O convite está aceito e ele comparecerá", disse o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR). A oposição pretendia convocá-lo, mas, diante do compromisso de Barros, aceitou transformar o requerimento em convite.

Guedes deve falar à comissão na próxima semana ou, no mais tardar, na seguinte, conforme sua agenda, de acordo com o líder do governo. Segundo Barros, a reforma respeitará os direitos adquiridos e as carreiras típicas de Estado e será voltada para que o servidor dê resultado ao contribuinte. "Vai atingir aquele servidor que fica o dia todo lendo jornal", declarou.

Presidente do colegiado, o deputado Fernando Monteiro (PP-PE) disse que o ministro só poderá ser questionado sobre a reforma administrativa. "Esta comissão não vai tolerar o desvio de nenhum milímetro fora da PEC 32", afirmou.

A oposição, no entanto, criticou a restrição do debate. "Quem foi proselitista na Comissão de Constituição e Justiça foi o ministro", disse o deputado Ivan Valente (Psol-SP). "Fico um pouco preocupado quando diz que não será tolerado fugir do assunto", acrescentou. Monteiro disse que admitirá o debate político, desde que seja feito de forma respeitosa.

 


Se você chegou até aqui, uma pergunta
: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo