Estamos mudando o site. Participe enviando seus comentários por aqui.

Internautas reagem a Crivella com ato “Vamos falar com Márcia” no Facebook

Internautas resolveram seguir a orientação do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), e criaram no Facebook um evento intitulado "Vamos falar com a Márcia?". Trata-se de convite virtual para um ato marcado para a próxima quarta-feira (11), às 10h, em frente à sede da prefeitura, com o objetivo de protestar contra a gestão de Crivella e exigir assistência do estado.

O evento faz menção ao encontro intitulado "Café da Comunhão", em que o prefeito evangélico oferece a pastores, em ano eleitoral, cirurgias de catarata e ajuda em IPTU. Na ocasião, Crivella faz menção a Márcia da Rosa Pereira Nunes, há 15 anos auxiliar do também bispo da Igreja Universal e lotada no Senado até 2016, quando passou a servir no gabinete de Crivella no Rio.

Segundo reportagem do jornal O Globo, os organizadores do encontro pediram aos presentes que levassem “reivindicações por escrito, relações de suas igrejas e número de membros”. Crivella discursou por mais de uma hora na presença de um pré-candidato a deputado federal pelo PRB.

“Na prefeitura, estamos fazendo mutirão da catarata. A Márcia trabalha comigo há quinze anos. Ela conhece os diretores de toda a rede federal, Ipanema, Lagoa, Andaraí, Bonsucesso, do Fundão, ela conhece os diretores de todos os hospitais da rede municipal que eu já apresentei a ela, que já vieram e almoçaram conosco, de maneira que ela me representa em todos esses setores, Miguel Couto, Souza Aguiar, Lourenço, Salgado, Piedade e por aí afora. Nós estamos fazendo o mutirão da catarata. Contratei 15 mil cirurgias até o final do ano. Então se os irmãos tiverem alguém na igreja com problema de catarata, se os irmãos conhecerem alguém, por favor falem com a Márcia. É só conversar com a Márcia que ela vai anotar, vai encaminhar, e daqui a uma semana ou duas eles estão operando”, disse o prefeito.

O encontro não constava da agenda oficial do prefeito e foi combinado por WhatsApp. Uma funcionária da prefeitura foi gravada instruindo os participantes a não levarem o celular.

No Facebook, um pequeno texto explica os propósitos do ato. “Conforme a orientação do Crivella, convidamos a população carioca a procurar a Márcia na Prefeitura, a fim de que as ilegalidades cometidas pelo Prefeito não continuem: se os amigos dele podem resolver problemas, como marcar cirurgias em quinze dias, mudar semáforos de lugar, por quebra-molas e até mesmo conseguir isenção do IPTU, todos nós temos esse direito! Pelo direito universal ao SUS (E não DA Universal), pelo Estado laico, pelos nossos direitos”, diz a descrição do evento.

Até às 16h30 deste sábado (7), 2,8 mil pessoas haviam confirmado presença no ato, e outras 4,4 manifestado interesse no evento. A página foi criada por um grupo intitulado “Nenhum serviço de saúde a menos”.

Crivella oferece a pastores cirurgias de catarata e ajuda em IPTU

 

Continuar lendo