Congresso em Foco

Resolução da ANS havia sido publicada em junho[fotografo]Marcos Santos/USP Imagens[/fotografo]

Resolução que permitia cobrança de até 40% de atendimento médico é suspensa

16.07.2018 16:32 1

Uma resposta para “Resolução que permitia cobrança de até 40% de atendimento médico é suspensa”

  1. Walldemar Sobrinho disse:

    Escrevam aí, só super ricos terão acesso a medicina moderna. Estou falando de pessoas que possam pagar 2 a 4 mil reais por mês de plano de saúde. A pobraiada vai ter que se contentar com os cubanos e seus métodos de curanderismo. Este mercado no Brasil está falido (hospitais de nível médio e leitos fechando aos montes) e vai ser cada vez mais restritivo. Parte é culpa do governo vagabundo-esquerdista que cobra impostos completamente surreais (100% de taxação para importar um tomógrafo) e por outro lado, as tecnologias estão concentradas em umas poucas empresas diminuindo a concorrência. A saída, Galeão ou Congonhas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via