Congresso em Foco

Deputada eleita quer representar demandas do empresariado na Câmara[fotografo]Rafael Carvalho / Governo de transição[/fotografo]

Joice diz que fim do Ministério do Trabalho “faz bem ao país”

22.12.2018 09:43 13

Reportagem Em

13 respostas para “Joice diz que fim do Ministério do Trabalho “faz bem ao país””

  1. Fábio disse:

    Joice está certa. O Ministério do Trabalho é uma herança fascista do ditador Getúlio Vargas, inspirado em políticas de Mussolini.
    O bem estar do trabalhador tem relação com prosperidade econômica e geração de emprego, não com a existência de uma burocracia estatal em Brasília. Tem que estar muito louco no estatismo para achar que uns burocratas em Brasília beneficiam o trabalhador.

  2. Dila Costa disse:

    Estranho seria ela sendo coordenadora do movimentos dos “Empre$ários” que apoiam Bolsonaro, ela dizer que o Ministério do Trabalho que faz esses mesmos empresários cumprirem as leis trabalhistas, dizer que ele não pode acabar. Só defendeu aos seus. Parabéns Joice, vc é esperta. Idiota foi o trabalhador que votou em vc.

    • Fábio disse:

      Mais um cérebro esquerdista funcionando precariamente de acordo com a velha cantilena marxista, no maniqueísmo simplório que opõe empregadores e empregados.
      Fustigar quem gera emprego só atrapalha o trabalhador, o que é ótimo para a esquerda, desejosa de que as pessoas vivam dependentes do Deus-Estado.

      • Michael disse:

        Mais um zumbi repetindo chavões de gente que não conhece, emitidos acerca de autores que nunca leu. A cantilena é a dessa parlamentar – mais uma a engrossar o rol de espalhafatos que São Paulo manda pra Brasília (Clodovil, Tiririca…) -, que aglutina varios disparates num único discurso sem pé nem cabeça. Ela não apresenta um só argumento de apoio aos próprios impropérios e fica por isso mesmo. Direitos trabalhistas dão um mínimo de segurança econômica e previsibilidade para que os trabalhadores possam programar a própria vida no curto prazo. Os empresários, “que produzem nesse país”, precisam de mercado consumidor para sua produção. Se a pessoa ganha uma merreca por hora, sem nem saber se vai estar empregada mês que vem (para não mencionar sem férias, 13° e seguridade social), vai consumir como é com que dinheiro? Fim do MTE, reformas contra o trabalhador, são bons apenas para os patrões – e isso só sob um ponto de vista muito imediatista. Me admira o entrevistador não confrontar essa energúmena
        nesses pontos – e ainda se considera jornalista. E os zumbis vão atrás, papagueando a imbecilidade, compondo odes à guilhotina que os decapitará em breve…

        • Aderbal Matias disse:

          Desde quando “direito trabalhista” é coisa boa? Vc já viu canadense ou europeu fugir do seu país pra vir aqui buscar proteção?
          Sua cegueira ideológica impressiona. Mas certamente vc nunca gerou um emprego, pra saber o custo altíssimo que é manter um empregado, que pode te ferrar na justiça “trabalhista” depois, mesmo se vc fizer tudo dentro da lei. Porque, pra esses esquerdopatas da área trabalhista, o empresário é por definição um bandido explorador.
          Mal sabem eles que a CLT foi totalmente inspirada (pra não dizer copiada) na Carta del Lavoro, documento fascista publicado por Mussolini e trazido ao Brasil por Vargas, em forma da CLT. E deu no que deu, um mercado fechado, controlado pelo Estado, onde os mais pobres, os menos qualificados e os mais jovens são automaticamente expulsos das oportunidades, porque não tem experiência e não conseguem gerar mais que 900 reais pro empreendedor.

        • Fábio disse:

          A primeira frase se aplica perfeitamente ao imbecil coletivo esquerdista. Seguem bovinamente a cantilena marxista que nunca leram, com maior ou menor ortodoxia.
          O que garante boas condições ao empregado (e a todos) é o bom funcionamento da economia, com geração de renda e emprego. Não se iluda pensando que boas condições econômicas provêm de canetadas burocráticas.
          Se seu pensamento estivesse certo, veríamos suíços fugindo de lá para o Brasil, de modo a gozar das maravilhas da CLT, afinal naquele país não há salário mínimo.
          Tudo que as burocracias trabalhistas fazem é dificultar e engessar as contratações, ou seja, deixar os mais pobres sem emprego.

    • Aderbal Matias disse:

      Desde quando lei trabalhista é algo bom? Vc já viu algum americano ou europeu fugir do seu país pra vir trabalhar ilegalmente aqui, buscando proteção da CLT?

  3. agnaldo dos santos disse:

    Nesse momento político e econômico do país está bem fácil escolher o lado do empresário!

    • Fábio disse:

      Isso de que é preciso escolher lado entre empregador e empregado é um vício ideológico
      (marxista) naturalizado como verdade absoluta. O pensamento esquerdista é sobretudo empobrecedor, pois leva a esse maniqueísmo binário.
      Bastaria pensar um pouco para constatar que assolar quem gera emprego não beneficia em nada quem dele precisa.

      • paulo disse:

        Que marxismo imbecil! pobre de direita, se você não é um mega empresário é só um imbecil falando de coisas que não sabe. Ninguém vai contratar um empregado só porque ele é barato. Por que a taxa de desemprego não caiu significativamente depois da reforma trabalhista?

      • paulo disse:

        O pensamento Olavista direitopata de só defender o capital que é enriquecedor? Como você é simplório? É só mais um inocente inútil para economia como um todo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via