Congresso em Foco

Líder do PSL, Delegado Waldir, defende negociações do governo com o Centrão em torno da reforma da Previdência para garantir aprovação da proposta [fotografo]Cleia Viana/Câmara dos Deputados[/fotografo]

“Previdência será aprovada do jeito que o Maia quiser”, diz líder do PSL na Câmara

20.04.2019 17:36 8

8 respostas para ““Previdência será aprovada do jeito que o Maia quiser”, diz líder do PSL na Câmara”

  1. cristina ferreira disse:

    Do jeito que Rodrigo Maia quer = do jeito que os banqueiros querem. Fico imaginando o que Rodrigo Maia está ganhando pra defender com unhas, dentes e muita barriga essa CRIMINOSA REFORMA DA PREVIDÊNCIA…

  2. Claudio Lourenko Roche disse:

    Acreditem ja estivemos quase a pleno emprego, salario aumentava mais que a inflação, encontramos até o presal que hoje entregam aos americanos no governo do lula. Lula hoje é mantido preso por simples delação, por ser de esquerda e para que a elite economica retire todos os direitos sociais, trabalhistas e previdenciarios da população. Pouco importando se é culpado ou não, essa elite mantem de plantao seus pitbus para intimidarem e ameaçarem caso ele seja solto. Democracia?

  3. Guilherme Togneri Guimaraes disse:

    O governo deveria vir a público e apontar para a sociedade, quem são os os deputados que emperram a reforma da Previdência, pois até um criança sabe que ela é extremamente necessária. Uma reforma capenga,ao gosto dos caciques da Câmara, apenas fará a economia do país ir de encontro ao caos.

    • Leonardo disse:

      O governo deveria primeiro vir a público e apresentar as contas detalhadas da Previdência, mostrando quanto de PIS e Cofins são tirados do INSS pra dar benefício fiscal a empresas, quanto se arrecadaria com a tributação sobre lucros e grandes fortunas, qual seria a arrecadação real com baixo desemprego (pois de 2009 a 2015 a Previdência foi superavitária) e qual é a proposta de renegociação da dívida com bancos, que consome 51% do PIB enquanto mentem que o grande vilão do déficit público é a aposentadoria do pobre. Somente depois de tudo isso e de uma reforma tributária decente é que o governo teria alguma propriedade pra vir falar de mexer na Previdência Social, obviamente sem a indecência de privilégios que a classe militar continuará tendo, mesmo sendo responsável por 15% do chamado “rombo” representando apenas 1% do total de aposentados, e sem essa ideia canalha de capitalização.

      • Miguel Paulo Kondrat disse:

        Nunca foi dito que o vilão é a aposentadoria do.pobre, e sim a aposentadoria dos privilegiados do serviço público.

        • cristina ferreira disse:

          O vilao é o trabalhador,seja do serviço público ou do privado. Os anjinhos vitimas são os banqueiros. ABAICO A CRIMINOSA REFORMA! Esse bando devpolitico corrupto nao me engana é não me joga contra trabalhador.

    • cristina ferreira disse:

      Deveriam mesmo, votarei até o fim da minha vida nos deputados que se empenham em barrar a CRIMINOSA REFORMA! Só político muito corrupto e vendido é a favor dessa PEC 6/19 imoral. O DESMONTE DA PREVIDÊNCIA É UM CRIME!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via