Congresso em Foco

O deputado Ricardo Barros (PP-PR), líder do governo na Câmara, disse, na última terça-feira (20), que "só o professor não quer trabalhar no país" [fotografo] Agência Brasil [/fotografo].

Bolsonaro dá liderança do governo ao Centrão

12.08.2020 17:04 13

13 respostas para “Bolsonaro dá liderança do governo ao Centrão”

  1. wzfr disse:

    Se rendeu a bandidagem do congresso…

  2. Passagem para o mundo! disse:

    Cantem comigo: “Se gritar pega centrão… não fica um meu irmão” kkkkkkk

  3. Jorge Teixeira Carneiro disse:

    Tá dando poder a quem o apoia. O Lula fazia mesma coisa. Inclusive com o Centrão.

    • Murilo Garcia Valadares disse:

      Mas ele não se apresentou como o “anti-Lula? Não era o “homem escolhido por Deus para mudar tudo que estava aí?” Agora a desculpa é “Lula também fazia”? Entendi…

      • Jorge Teixeira Carneiro disse:

        Você é ingênuo? Os políticos precisam de aliados para se manterem no poder. Se toda a esquerda está contra ele por motivos ideológicos e se os sociais democratas estão em cima do muro, ele buscou apoio na direita. Se não fizesse isso, poderia sofrer um impeachment ideológico. Um direitista pedir o apoio de direitistas, mesmo que fisiológicos, tem mais coerência ideológica do que um esquerdista pedir apoio dos mesmos direitistas.

      • Felix disse:

        Quem diz que lula também fazia diz que bozo é igual ao lula, nem um pinguinho melhor, mais honesto, ou mais ético. E é verdade, lula até abraçou um traste como maluf.

    • Passagem para o mundo! disse:

      kkkkk todos fazem, o centrão é sempre governo. A diferença é que o Lula e todos os demais não esculachavam o centrão. Esculachar o centrão e depois de aliar a ele é de uma canalhice absurda.

      • Jorge Teixeira Carneiro disse:

        Claro, o Lulla é inteligente. Ele se faz de honesto, de sério, de responsável, de tudo que é bom. Desde de o tempo em que era sindicalista. E ainda tem uma legião de servos pronta para morrer por ele.

        • Passagem para o mundo! disse:

          Não vejo nenhuma diferença nos dois casos, é tudo desonestidade mesmo. Um fingiu que não gostava do centrão, chegou no poder e se aliou ao que tem de mais podre. Tirou aliados de cargos estratégicos para acomodar “novos aliados”, criou pasta extra, tudo para os novos amigos. Já o outro se aliava diretamente, não dizia que era ruim e depois mudava o discurso. Mas se aliava do mesmo jeito. Então, pra mim nenhum dos dois presta.

  4. Felix disse:

    O presidente agora ama figuras duvidosas como temer, jefferson, waldemar e outras, antes repudiadas por ele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via