TRF-4 vê “copia e cola” e anula sentença; caso abre brecha para Lula

cristiano zaninGabriela HardtLulaMPFsitio de atibaiaTRF4tríplex do Guarujá
Comentários (3)
Comentar
  • Felix A Macedo

    Plágio??.

  • Hideraldo Hito

    Mais um que deve ter recebido um dim dim pra jogar areia no ventilador.

    • Tania Lopes Lopes

      Não é não! Ela realmente se precipitou e não se empenhou em estudar o processo, acreditando que poderia simplesmente sentenciar e se basear na mesma linha da primeira sentença, e não poderia, porque mesmo sendo o mesmo réu, que praticou os mesmos crimes, os processos são diferentes, deveria ter se debruçado mais sobre as particularidades. Mas, o MPF pediu a anulação porque os ministros do stf decidiram que o réu delatado tem que falar depois do delator e com a anulação da sentença o processo pode voltar à normalidade para as alegações finais e pode prosseguir com rapidez, se não o fizessem, os ministros poderiam anular todo o processo.