Teto de gastos deixará mais de 90 mil sem bolsa de pós-graduação, diz Capes

capescrise brasileiraCrise econômicaeducaçãoeducação básicaGoverno TemerLDOLOAMichel TemerMinistério da EducaçãoMinistério do Planejamentoorçamento
Comentários (4)
Comentar
  • Nestor Oliveira

    Esta matéria parece ser um achado de reportagem, algo momentoso de que podem se orgulhar os jornalistas de campo – algo como uma espécie de “o homem mordeu o cachorro”…Fábio Gois é um sujeito valoroso, tem muitos méritos. Mas na dicotomia de Millôr Fernandes, não esconde sua afinidade com um mero ‘press release”, embora se apresente como jornalismo ‘contra o poder’. (A matéria saiu agora à tarde em todos os meios), Pretender tanta repercussão para a escassez de recursos para bolsas de estudos e pesquisa de pós-graduação, apontando a culpa para a EC do teto de gastos pode não ser fake, o que de fato não é; mas para qualquer sujeito com o mínimo de senso crítico, que venha acompanhando as vicissitudes da crise fiscal, francamente: não passa de ‘press release’ não oficial, mas encomendado por um grupo de interesse que tem imenso poder e influência (“capital simbólico”, se chama). Como pode o jornalismo querer nos sugestionar ou mover ‘comprando a briga’ de corporações de pós-graduação e pesquisa, num ambiente intoxicado, conspurcado por carência agudas, trágicas mesmo, no tocante a recursos para saúde e educação, para ficar somente nestas? Como o jornalismo, com todo o respeito ao C&F, pode ter o desplante de dar destaque a um segmento como esses, quando faltam dentaduras, medicamentos, tiras para medicação de glicemia, gaze, esparadrapo, material de higiene nos hospitais; quando as filas para consulta e cirurgia no SUS são absolutamente desrespeitosas… Ora, querer esgrimir as carências estilosas da pós-graduação num país de 13 milhões de desempregados e outros tantos subempregados, ora, seria simplesmente patético se não beirasse o ridículo… Na verdade, se essa fosse a carência realmente importante, muito dificilmente se arregimentaria apoio necessário para contra-arrestar os objetivos da famigerada PEC… Politicamente, prefiro os jornalecos que esbravejam, para o Datena, nas portas dos pronto-socorros…

    • Congresso em Foco

      Agradecemos pela crítica, Nestor, e pela ponderação com que ela é feita. Jornalismo online, para além das discussões sobre press release, sempre demanda o delicado exercício da combinação entre clareza, correção, responsabilidade e agilidade – sem que, em razão disso, o erro seja facilmente aceitável. Um abraço

      • Nestor Oliveira

        Tenho orgulho de fazer parte desta comunidade de conversação pública, fundada no fato do pluralismo. Valeu.

        • Congresso em Foco

          Vale sempre, Nestor. Sigamos.