Renan evita confrontar governo com medidas provisórias

Publicidade
desoneração da folha de pagamentoempresasenergiaenergia elétricafolha de pagamentoimpostosINSSmedidasprovisóriassetor elétrico
Comentários (0)
Comentar