Com renovação histórica, Congresso assume com o desafio de superar velhas práticas políticas

bancada da balabancada evangélicabancada ruralistacentrodireitaesquerdaFábio TradFelipe RigoniFlávio ContaratoGeneral GirãoGeneral Peternelliizalci lucasJair BolsonaroJoênia WapichanaJoice HasselmannMDBnovo congressoPSDBPSLsimone tebet
Comentários (4)
Comentar
  • Bento Sartori de Camargo

    O jornalista Edson Sardinha já comecou errado na relação de obrigações do Legislativo, pois a CF é explícita que a função número 1(hum) deles é “fiscalizar o Executivo” e a segunda é propor projetos de lei que atendam a maioria da sociedade!.

  • João Guilherme Maia

    POSSE DOS DEPUTADOS PARA A 56ª LEGISLATURA.
    Está sendo realizada nessa manha na Câmara de Deputados Federais a sessão preparatória de posse dos deputados da 56ª Legislatura. A tarde teremos a do Senado a posse dos Senadores. Nesta Legislatura iremos ter muitos parlamentares novos, tanto na Câmara quanto no Senado. Tomara que eles entendam o aviso do povo e parem com as falcatruas, as corrupções e os desvios do dinheiro público e a famigerada política criada nos governos do PT do toma lá, dá, cá. No Brasil que iniciou em 01/012019 não tem mais vez para a pouca vergonha que imperou nos últimos anos na política Nacional, tanto no Congresso Nacional quanto nos Estados e Municípios. O povo cansou, ou eles mudam nessa Legislatura que está iniciando ou nas próximas eleições iremos ter uma nova limpeza na política em geral. Até os políticos entenderem de vez que “TODO O PODER EMANA DO POVO”, COMO DIZ A NOSSA Constituição e não dos políticos como eles pensavam até agora. https://uploads.disquscdn.com/images/8c2e04c2b786fbd167d8199ef356a548134b7c6a80e45a58274c3b9cc9b438de.jpg

  • 13582196

    As ultraesquedistas Erundina, Gleisi Hoffman e Tabata Amaral renovação? kkk
    Essas duas juntas representam um retrocesso ideológico jurássico!
    Que piada! kkkk

  • Eduardo Xavier

    Realmente um grande avanço essa renovação no poder legislativo, porém venhamos e convenhamos, um grande retrocesso ter Renan e Maia como presidentes.