Guedes vai propor ao Congresso unificação do PIS/Cofins com alíquota de 12%

cbsCPMFDavi AlcolumbreDEMGuilherme AfifIVAJair BolsonaroPaulo GuedesPIS/Cofinsreforma tributáriaRodrigo Maia
Comentários (5)
Comentar
  • Capitalista

    Guedes é um monstro, ele não vai tomar nenhuma medida que possa prejudicar seus negócios,reforma tributaria que não migre a taxação para renda e dividendos, e para imoveis, e querer colocar mais taxas ainda no consumo? onde quem ganha menos paga mais proporcionalmente ?

    • Jorge Teixeira Carneiro

      Imóveis já são taxados anualmente pelo IPTU. É um imposto Propter-Rem, que vincula a dívida à inscrição municipal. Além disso, todo imóvel paga a taxa anual de incêndio para financiar o Corpo de Bombeiros e uma taxa anual para financiar a coleta de lixo domiciliar. Na conta de luz é paga uma taxa de contribuição mensal para a manutenção da iluminação pública também.

  • Jorge Teixeira Carneiro

    Atualmente o COFINS é na percentagem de 3,00 % e o PIS na percentagem de 0,65%. Somando os dois impostos, dá um total de 3,65% sobre o faturamento bruto. Ou seja, considerando o faturamento líquido, é bem mais do que isso. Agora vai virar 12% do faturamento bruto? Isso é reforma?

  • Valdir

    Matéria Incompleta!
    Que tal a CF fazer uma matéria, de modo a esclarecer a seus leitores se com essa unificação, a tributação será “reduzida”, “mantida” ou “aumentada”?

  • 13582196

    E governadores NÃO reduzem alíquota dos 30% de ICMS das contas de Telefone, Eletricidade, combustível e gás de cozinha…