O capitão Bolsonaro humilha o Exército e opta pela “guerra permanente”

BNDESbolsonarismoCorreioscrise no governoForçar Armadasgeneral Santos Cruzgeneral villas-boasJair BolsonaroJoaquim LevyJuarez Aparecido de PaulaOlavo de CarvalhoSérgio MoroThe Intercept
Comentários (0)
Comentar