Em resposta a Bolsonaro, deputado quer proibir fotos não autorizadas em hospitais

Alexandre Padilhacoronavíruscovid-19filmagemhospitaisJair BolsonaroMinistério da Saúdeprofissionais de saúderegistro fotográfico
Comentários (7)
Comentar
  • ezequiel-sp

    Um pai de um amigo meu morreu de Câncer no intestino. O Hospital propôs o seguinte: Se colocar que morreu de Covid não tem despesa funerária…Entenderam como o número de mortes está grande?

  • Jorge Teixeira Carneiro

    Alexandre Quadrilha.

  • Valdir

    Tem que fiscalizar sim. Estão roubando o dinheiro enviado pelo governo federal para o combate à COVID-19.
    Na minha cidade o safado do prefeito recebeu quase 30 milhões e um dos hospitais inativo que ele comprou há 2 anos atrás, recebeu uma pintura na fachada da frente e saiu na mídia local que ele reformou. Mentira! Está todo esculhambado e só serve como estacionamento de carros de funcionários públicos, Ops!, digo, parasitas!
    Tem que partir pra cima!

    • Elieu Sobral

      Fiiscalizar não é isso. Invadir (ou, arranjar um jeito) é na verdade, vandalizar. E hospitais especialmente, têm protocola de higiene que não podem ser rompidos.

      • Valdir

        Concordo contigo. Porém o que ocorreu em São Paulo, não foi uma ação aos “moldes” sugeridos pelo Presidente, mas sim uma fiscalização por deputados, com a devida autorização do hospital e com todos os protocolos de segurança e higiene exigidos pelo estabelecimento, e com acompanhamento de funcionários responsáveis.
        Entrar, digamos, na “marra”, também sou contra.

        • Elieu Sobral

          As demais “fiscalizações” não tiveram essa autorização nem fo am feitas por deputados e sim por mi melitantes.

          • Valdir

            Se foram “invasões” tem que ser combatido. Porém, é importante entender que é “direito” de qualquer cidadão, não só de políticos, fiscalizar como os governantes estão aplicando os recursos públicos, e inclusive denunciar ao MP.