A culinária celebra a união cultural

As receitas e iguarias de outros idiomas culinários tornam-se embaixadoras de culturas e de costumes dos povos. A própria história da gastronomia imprime e incorpora vocabulários. Dizem que a palavra “bistrô”, os pequenos restaurantes familiares na França, vem do russo “býstro”, que significa “depressa”. A palavra seria pronunciada nos cabarés pelos cossacos sedentos que ocuparam Paris em 1814. Hoje o termo ganhou o mundo, como sinônimo de pequenos restaurantes de inspiração francesa.

As comidas típicas tornam-se símbolos de nacionalidade, assim como as bandeiras e as camisetas das seleções de futebol também “falam” pelas nações. O quibe sempre nos remete ao Líbano e à Síria, não importa onde esteja sendo degustado.  A feijoada é, claro, verde-amarela, assim como a Quiche Lorraineparlez français”.

Não dá para citar tudo aqui, mas as tortilhas costumam vir com as cores do México, a “paella” nos fala da Espanha, o bacalhau (e a sardinha também), remetem a Portugal. O sushi é japonês, assim como o hamburguer e o cachorro-quente (hot-dog!) são típicos dos Estados Unidos. O chucrute vem da Alemanha, o ceviche do Peru e o Pad Thai (omelete, camarão, talharim de arroz frito, amendoim e temperos) nos transporta para a Tailândia.

É uma viagem multisensorial de sabores e de temperos, salpicada de lembranças e de histórias. E é também um instrumento de “soft power”, poder brando ou poder suave, expressão usada na teoria das relações internacionais para descrever a habilidade de Estados para influenciar outros países por meios culturais. O conceito foi inventado pelo professor de Harvard Joseph Nye.

Por isso, quando você topar com esses quitutes típicos servidos com bandeirinhas de suas nações pelas embaixadas nas celebrações de datas nacionais, saiba que está experimentando o poder e o sabor das cozinhas étnicas, cada vez mais globais.

 

<< Da mesma autora: Mercados públicos de gastronomia são roteiros turísticos

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!