Bolsonaro esquece o nome e chama Greta Thunberg de ‘pirralha’

*Por Patrícia Martins

Nesta terça-feira, (10), o presidente Jair Bolsonaro chamou a ativista sueca Greta Thunberg de "pirralha". O comentário foi feito em uma coletiva de imprensa, em resposta aos jornalistas que perguntaram o que Bolsonaro achava sobre as declarações feitas pela adolescente de 16 anos, nas rede sociais, a respeito da morte de dois indígenas guajajaras .

> Ambientalistas temem MP da regularização fundiária

Primeiro, o presidente pediu ajuda para lembrar o nome da ativista. "Como que é o nome daquela menina lá?", perguntou. Depois, a chamou de pirralha. "A Greta já falou que os índios morreram porque estavam defendendo a Amazônia. É impressionante a imprensa dar espaço para uma pirralha dessa aí", afirmou Bolsonaro.

O mandatário também declarou que tem preocupações com as mortes dos indígenas. "Preocupa. Qualquer morte preocupa. Nós somos contra tudo que for contra a lei", disse.

Horas depois da fala do presidente brasileiro repercutir, Greta mudou sua descrição biográfica no Twitter para "Pirralha".

Perfil no Twitter da ativista Greta Thunberg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ativismo de Greta

A sueca ficou conhecida mundialmente pela forte retórica em defesa ao meio ambiente e contra as mudanças climáticas. Ela ganhou destaque entre os jovens por manifestar toda sexta-feira em frente ao Parlamento sueco em defesa das pautas climáticas. Sua conta do Twitter tem mais de 3 milhões de seguidores.

 

 

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!