“Folgada do caralho”: deputado preso ataca funcionária do IML e se nega a usar máscara

Preso em flagrante nesta terça-feira (16), o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) se negou a usar máscara no no Instituto Médico Legal (IML), atacou uma funcionária do local e ainda quis dar uma "carteirada"afirmando ser parlamentar e também policial.

No vídeo, que viralizou nas redes sociais, o Daniel repete diversas vezes que não quer ser tratado como "vagabundo" e que se a funcionária seguisse insistindo em pedir que ele usasse máscara - como a policial calmamente explica, algo exigido de todos no local - ele não colocaria o equipamento.

> Quem é Daniel Silveira, o deputado bolsonarista preso por atacar o STF

O deputado fala palavrões, eleva o tom de voz, e acaba colocando a máscara. Assista:

A prisão do deputado foi determinada pelo ministro Alexandre Moraesdo Supremo Tribunal Federal (STF), após o deputado publicar, mais cedo nesta terça, vídeo atacando ministros da corte e defendendo o fechamento do tribunal.

Por unanimidade, nesta quarta dos 11 ministros decidiram manter o deputado preso.

> Preso em flagrante, deputado bolsonarista debocha: “Só vou dormir fora”

> PSL repudia declarações de deputado preso e estuda expulsão

> Carlos Jordy ataca Alexandre de Moraes por prisão de deputado: “Vagabundo”

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!