DEM apura suposto caso de candidata laranja no Acre

O partido Democratas anunciou nesta segunda-feira (25) que vai abrir um procedimento interno para acompanhar denúncias sobre candidatas laranjas no Acre. A informação de que membros da legenda teriam participado de um esquema desse tipo foi noticiada pela Folha de São Paulo nesta manhã.

> Alcolumbre tenta segurar votação da prisão em segunda instância

De acordo com a reportagem do jornal, a Polícia Federal investiga o caso da policial militar Sonia de Fátima Silva Alves, que concorreu ao cargo de deputada estadual e recebeu oficialmente R$ 240 mil do diretório nacional do partido, mas só conseguiu seis votos.

Ainda segundo a investigação que a Folha teve acesso, a verba teria sido desviada para a candidatura do deputado federal Alan Rick (AC), presidente do Diretório Estadual do DEM e membro de Executiva Nacional do partido.

Na nota divulgada pelo Democratas, partido do qual fazem parte o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (RJ), e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (AP), a sigla defende que o Diretório Nacional não tem responsabilidade pelo caso, "uma vez que a indicação das candidaturas femininas beneficiadas com recursos públicos é de exclusiva competência do órgão partidário local".

No inquérito, a PF cita um artigo do estatuto do partido que estabelece que os comitês financeiros regionais respondam por eventuais irregularidades no processo eleitoral.

Leia a nota completa:

Diante do noticiado nesta segunda-feira (25/11), a Direção Nacional do Democratas informa que vai instaurar um procedimento apuratório interno para acompanhar formalmente as denúncias relacionadas à aplicação de recursos públicos em campanhas femininas pela direção partidária no Estado do Acre, bem como para punir exemplarmente os eventuais responsáveis.

É importante ressaltar que a matéria veiculada nesta manhã, ao reproduzir o relatório final da Polícia Federal, absolve o Diretório Nacional da sigla de qualquer responsabilidade, uma vez que a indicação das candidaturas femininas beneficiadas com recursos públicos é de exclusiva competência do órgão partidário local.

Democratas Nacional

> Defesa de Bivar cobra conclusão de inquérito sobre laranjas do PSL

> Moro defende Bolsonaro no caso das candidaturas laranjas

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!